Sétima Arte20/07/2013 | 07h02

Documentário sobre Jaraguá do Sul será lançado neste domingo

Longa-metragem tem 1h10 de duração e será exibido no Centro Cultural da Scar

Enviar para um amigo
Documentário sobre Jaraguá do Sul será lançado neste domingo Germano Rorato/Agencia RBS
Gilmar Moretti começou a fazer o documentário em 2010 Foto: Germano Rorato / Agencia RBS
Provocar a reflexão sobre Jaraguá do Sul nas pessoas que nasceram ou escolheram a cidade para viver. Com esse objetivo que o diretor Gilmar Moretti apresenta à população o documentário Jaraguá do Sul 2010. E agora?. O lançamento do longa ocorre neste domingo, às 19 horas, no Centro Cultural da Scar, com entrada gratuita, mas é preciso retirar o ingresso com antecedência na bilheteria.

O diretor conta que a ideia de fazer um documentário que retratasse a cidade de Jaraguá do Sul nasceu de um movimento do qual ele próprio participou na década de 1990. Na época, a comunidade discutia como seria o município nos próximos vinte anos. O projeto chamava-se Jaraguá 2010 e envolveu diversos setores da cidade. 

— Jaraguá crescia muito com previsões que impressionavam. Então, houve um momento onde o poder público, iniciativa privada e população pararam para pensar Jaraguá de 20 anos —  lembra Moretti, que na época era presidente da Associação Empresarial de Jaraguá do Sul (Acijs).

Segundo o diretor, muito do que foi discutido naquela ocasião acabou sendo colocado em prática. Mas depois de todo o trabalho de planejar a cidade, na opinião de Moretti, depois de passado esses 20 anos é preciso pensar o presente. Por isso o título do longa leva o questionamento: e agora?.

O documentário é o primeiro longa-metragem produzido em Jaraguá do Sul e possui 1h10 de duração. As pesquisas e captações de imagem começaram há três anos. Foram feitas 250 entrevistas, 350 horas de filmagem, digitalizadas 50 fitas antigas e mil fotos.

A versão final do vídeo será colocado a disposição do público em agosto. Para outubro, o Escritório de Cinema, produtora do próprio Moretti, prevê a criação de três curtas para serem levados às escolas. Essa versão mais resumida será voltada para o exercício da cidadania. O projeto conta com o apoio cultural da empresa Weg, através da Lei Rouanet.

Comentar esta matéria Comentários (0)

Esta matéria ainda não possui comentários

Siga A Notícia no Twitter

A Notícia
Busca
clicRBS
Nova busca - outros