Micale completa 10 jogos no Figueirense e com aproveitamento de 26,6% - Esportes - A Notícia

Versão mobile

 

Série B10/11/2018 | 12h09Atualizada em 10/11/2018 | 12h09

Micale completa 10 jogos no Figueirense e com aproveitamento de 26,6%

Treinador admite chance de acesso, mas que questão financeira pesa

Micale completa 10 jogos no Figueirense e com aproveitamento de 26,6% Marco Favero/Diário Catarinense
Foto: Marco Favero / Diário Catarinense
DC Esportes
DC Esportes

O técnico Rogério Micale completou 10 jogos no comando do Figueirense. A marca foi atingida no jogo em que o time perdeu por 3 a 1 para o Vila Nova, no Serra Dourada. Ele tem uma vitória, cinco empates e quatro derrotas — com 26,6% de aproveitamento. O treinador chegou após a 26ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, com o time a quatro pontos do G-4. Porém, assolado pela má fase, a equipe teve de se contentar com a manutenção na segunda divisão nacional.

— Vim aqui para subir, senão teria ficado em casa nestes dois meses. Vim com alegria, satisfação, gosto do clube, das pessoas que trabalham nele. A gente tinha expectativa alta até pelos nomes que temos. Dos males o menor, mantivemos uma situação intermediária e agora é olhar para frente. Para trás não tem como arrumar, temos que viver um novo tempo, não pode prometer o que não podemos cumprir — falou o comandante alvinegro.

Ainda que não tenha declarado com todas as letras, Micale demonstrou que os problemas financeiros, que passam pelos atrasos nos pagamentos de salários de atletas e funcionários, foram determinantes para a queda de rendimento. O desconforto causado pela questão atrapalhou o caminho de tentar voltar à elite nacional.

— Quando cheguei estávamos mais perto da tabela, mas a situação agravou demais. Chegamos e era uma situação, agora temos uma outra que esperamos normalizar, estamos tentando dar nosso melhor. Ninguém está fugindo, a gente vê o empenho, mas são situações que aconteceram. Está sendo trabalhado de forma exaustiva para resolver. Se não vier esse ano, tem que começar do zero ano que vem para acontecer isso. Um treinador que chega, com a pretensão que eu estava, a perspectiva era pequena, de um (mês de) atraso, agora estamos chegando a três. Entendemos, mas tem que resolver para não acontecer mais e ter tranquilidade para trabalhar.

A próxima rodada será a da despedida do Figueirense do Orlando Scarpelli na temporada. Às 19h15min de terça-feira, o Alvinegro recebe o Paysandu, pela 37ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. 

Veja mais notícias do Figueirense
Confira a tabela da Série B do Brasileiro 2018

 
A Notícia
Busca