Geninho pede apoio incondicional da torcida para jogo do Avaí contra o Fortaleza - Esportes - A Notícia

Versão mobile

 

Série B09/11/2018 | 17h38Atualizada em 09/11/2018 | 18h00

Geninho pede apoio incondicional da torcida para jogo do Avaí contra o Fortaleza

Treinador garante: "Ninguém quer subir mais que esse grupo do Avaí. Todo mundo quer, tanto quanto o torcedor"

Geninho pede apoio incondicional da torcida para jogo do Avaí contra o Fortaleza Cristiano Estrela/Diário Catarinense
Foto: Cristiano Estrela / Diário Catarinense
DC Esportes
DC Esportes

O Avaí tem jogo importante às 17h30min deste sábado, diante do Fortaleza. O duelo da 36ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro vale um passo grande para que a equipe azurra consiga o acesso à elite nacional, enquanto a equipe adversária tenta deixar Florianópolis com o título da competição. São ingredientes que perfazem o grande duelo. Outro é a expectativa de Ressacada cheia, com mais de 10 mil torcedores. Para a parcela azurra deles, o técnico Geninho espera incondicional para ajudar o Leão a alcançar o triunfo. Vencer não garante o retorno à Série A, mas vai ser vital para tal.

— A ajuda e o apoio de fora são fundamentais. Torcer para um time que está ganhando é fácil, que faz 3 a 0 e gritar “olé” é fácil. Duro é torcer para o time que está perdendo e precisa virar, que está empatando e precisa ganhar, que está errando passe, que não está vindo bem. Se o jogador erra o passe e você culpa o jogador, joga uma responsabilidade e ele não pode errar o segundo. Se apoiar, dá mais tranquilidade, Se perde o gol e leva uma vaia, quando chegar de novo, o gol vai ficar com um metro. Mas se for apoiado, quando chegar de novo vai ficar com 20 metros e vai fazer o gol. Ninguém quer subir mais que esse grupo do Avaí. Todo mundo quer, tanto quanto o torcedor — garante o treinador.

Para a partida a equipe terá a zaga formada por Marquinhos Silva e Airton, uma vez que Betão é ausência por acúmulo de amarelos. O atacante Getúlio volta à equipe após cumprir suspensão. O volante Judson é dúvida, uma vez que passou parte da semana fora para resolver assuntos particular por causa da morte da sogra, e Geninho vai verificar as condições psicológicas do atleta, que retornou nesta sexta-feira. Ainda, Marquinhos é alternativa no meio de campo.

Um provável Avaí para o confronto tem: Kozlinski, Guga, Marquinhos Silva, Aírton, Igor Fernandes; Judson (Marcão), Matheus Barbosa; Renato, Pedro Castro (Marquinhos), Getúlio; Rodrigão. Com esta formação o Leão espera alcançar o triunfo e ficar ainda mais próximo do retorno à Série A do Campeonato Brasileiro.

— Por enquanto dependemos apenas de nós. Todos fazem contas, mas dependemos apenas de nós. Se os resultados paralelos ajudarem, agradecemos, facilita a caminhada, mas temos que fazer a nossa. Estamos três pontos na frente do adversário (Londrina), tem que manter isso. Se manter nas próximas duas rodadas, chegamos na última praticamente classificados — disse Geninho, na entrevista coletiva antes do duelo com o Fortaleza. 

Confira a tabela da Série B do Brasileiro
Leia mais notícias sobre o
Avaí

 
A Notícia
Busca