Figueirense abre dois gols, leva a virada do Paysandu e segue com risco de rebaixamento - Esportes - A Notícia

Versão mobile

 

Série B13/11/2018 | 21h14Atualizada em 13/11/2018 | 21h47

Figueirense abre dois gols, leva a virada do Paysandu e segue com risco de rebaixamento

Alvinegro precisa de um ponto na última rodada contra o CRB para se livrar da queda 

Figueirense abre dois gols, leva a virada do Paysandu e segue com risco de rebaixamento Marco Favero/Diário Catarinense
Foto: Marco Favero / Diário Catarinense
DC Esportes
DC Esportes

O Figueirense voltou a decepcionar na Série B do Brasileiro e viu o risco de rebaixamento crescer mais um pouco na reta final. Depois de abrir dois gols de vantagem nos primeiros minutos de bola rolando, o Alvinegro permitiu a virada do Paysandu, por 3 a 2 na noite desta terça-feira pela abertura da 37ª rodada. O revés é o segundo consecutivo da equipe, que fez o último jogo neste ano diante da torcida no Orlando Scarpelli.

A distância entre as equipes caiu para três pontos. O Figueirense fica com 46, enquanto o Paysandu, que deixou a zona de rebaixamento com o resultado, aparece agora com 43. Como resta apenas mais uma partida, o Alvinegro pode terminar a temporada na Série C de 2019. Pela 38ª rodada, os times voltam a jogar no dia 24, às 17h. Os catarinenses visitam o CRB, em Maceió, enquanto os paraenses pegam o Atlético-GO, em Belém. 

Artilheiro garante vantagem

Rogério Micale escalou os titulares com seis mudanças em relação ao duelo passado. As principais novidades foram Marco Antônio e Romarinho. Antes de mostrarem serviço, a dupla viu o Paysandu chegar com perigo aos dois minutos. Guilherme Santos recebeu de Thomaz pela esquerda e cruzou para o meio da área. A bola passou em frente da meta de Vitor Caetano e nenhum atleta do time paraense apareceu para colocá-la na rede.

Depois disso, o Figueirense se impôs e marcou dois gols em menos de 15 minutos de jogo. Aos cinco, Romarinho colocou a bola na cabeça de Elton, que testou com estilo e abriu o placar: 1 a 0. Aos 13, em nova jogada com participação do filho de Romário, Diego Renan recebeu o passe na esquerda e cruzou para o camisa 9. Desta vez, o artilheiro acertou de primeira e acertou o canto de Renan Rocha para ampliar a vantagem do Alvinegro: 2 a 0.

Com os dois gols diante do Papão, Elton se tornou o artilheiro do time no ano. No total, ele chegou aos 10 tentos em 16 partidas pelo Figueirense. Com o placar sob controle, o Figueira optou pela marcação e a saída em contra-ataque. Assim, o Paysandu criou chances e o jovem Vitor Caetano teve que trabalhar. Ele pegou os chutes de Thomaz e Mike, mas não teve o que fazer aos 35 no pênalti cobrado por Pedro Carmona após toque na mão de Diego Renan: 2 a 1.

Virada do Papão 

Na volta do intervalo, o Paysandu manteve a pressão imposta no final do primeiro tempo na tentativa do gol de empate. Aos quatro, Mike arriscou de longe e a bola saiu ao lado da meta alvinegra. Seis minutos mais tarde, o Papão chegou à igualdade. Renato Augusto bateu com força da entrada da área e acertou o canto direito de Vitor Caetano: 2 a 2.  Micale percebeu a facilidade do time visitante em trocar de passes e reforçou a marcação colocando Patrick.

Os visitantes seguiram em cima na busca da virada. Aos 28, Mike recebeu o cruzamento de Guilherme Santos, mas bateu por cima. Quatro minutos depois, o atacante mandou a bola para a rede de Vitor Caetano e saiu para festejar. O árbitro Vinicius Gonçalves Dias Araújo, porém, anulou o tento para anotar impedimento, mas a imagem da repetição da jogada mostra que antes de sobrar para Mike, a redonda acertou Pereira. Isso torna o lance legal.

Por causa da reclamação em cima do auxiliar pedindo a anulação do gol, o técnico Rogério Micale foi expulso de campo. O treinador não viu o Paysandu pressionar nos minutos finais e conseguir a virada aos 45. Timbó, que tinha entrado quatro minutos antes, foi para dentro da área e aproveitou o cruzamento na medida pelo lado direito. Vitor Caetano saiu sem achar nada, e o jogador do Papão apenas completou de cabeça para o gol vazio antes de festejar.

FICHA TÉCNICA
FIGUEIRENSE 2 X 3 PAYSANDU

FIGUEIRENSE
Vitor Caetano; Matheus Sales, Nogueira, Eduardo e Diego Renan; Zé Antônio, Betinho (Pereira), Marco Antônio e Renan Mota (Patrick); Romarinho (Maikon Leite) e Elton. Técnico: Rogério Micale.

PAYSANDU
Renan Rocha; Maicon Silva (Timbó), Diego Ivo, Perema e Guilherme Santos; Renato Augusto e Nando Carandina; Thomaz (Hugo Almeida), Pedro Carmona e Mike; Magno (Matheus Silva). Técnico: João Brigatti.

GOLS: Elton (F, 5'/1T e 13'/1T), Pedro Carmona (P, 35'/1T), Renato Augusto (P, 10'/2T) e Timbó (P, 45'/2T).
CARTÕES AMARELOS:
Matheus Sales e Renan Mota (F). Perema (P).
ARBITRAGEM:
Vinicius Gonçalves Dias Araújo, Herman Brumel Vani e Luiz Alberto Andrini Nogueira (trio de SP).
BORDERÔ: 1.445 torcedores e renda de R$ 34.746,00.
LOCAL: Orlando Scarpelli, em Florianópolis.

Veja mais notícias do Figueirense
Confira a tabela da Série B do Brasileiro 2018

 
A Notícia
Busca