Marquinhos admite "calço" de propósito em atleta do Coritiba após gol sobre Avaí - Esportes - A Notícia

Versão mobile

 

De boa02/10/2018 | 17h22Atualizada em 02/10/2018 | 17h25

Marquinhos admite "calço" de propósito em atleta do Coritiba após gol sobre Avaí

Meia ri do episódio e garante que se desculpou com Vitor Carvalho depois da partida

Marquinhos admite "calço" de propósito em atleta do Coritiba após gol sobre Avaí Diorgenes Pandini/Diario Catarinense
Foto: Diorgenes Pandini / Diario Catarinense
DC Esportes
DC Esportes

Logo depois do gol sofrido do Avaí na partida contra o Coritiba, Marquinhos se envolveu em um pitoresco episódio. Na corrida do volante Vitor Carvalho para comemorar o gol validado pela arbitragem, o meia estava pelo caminho e deixou o pé na trajetória do adversário para que ele tropeçasse levemente. O jogador do Coxa seguiu a celebração no sábado e nesta terça-feira M10 falou sobre o ocorrido. Em entrevista coletiva, o Galego admitiu que foi intencional, se divertiu ao relembrar e ainda informou que se desculpou com o oponente.

— Na hora que ele veio correndo, eu vim para frente. Na minha visão não deu para ver se foi gol ou não. Eu fui para frente e foi automático: na hora que ele passou, botei o pé e calcei. Coisa de menino, lembrei da época de Serraria (bairro de São José). Depois do jogo falei com o pessoal do Coritiba, ele estava junto e pedi desculpa. Foi automático. Mas eu queria que tivesse sido o Leandro Silva, para tirar sarro dele, que é meu amigo (risos). É coisa que passou, que tomara que não aconteça mais. Foi uma reação automática minha. Não tenho nada contra ninguém ou fui para machucar o menino. Foi uma cena não tão costumeira no futebol, mas aconteceu. Paciência — relatou M10.

Apesar do episódio e da derrota por 1 a 0 no Couto Pereira, o Avaí fechou a última rodada no interior do G-4 da Série B do Campeonato Brasileiro. Mas para seguir na zona de acesso e continuar a perseguir a conquista de uma das vagas à elite do futebol nacional, a equipe se vê obrigada a vencer o duelo ante o Boa Esporte, às 20h30min de sexta-feira, na Ressacada. Jogo que demanda concentração da equipe azurra, conforme Marquinhos.

—Se você entra desligado e achando que com a camisa ou com a pontuação você ganha, não dá. A Série B é muito equilibrada. A obrigação é do Avaí em vencer pela pontuação, pelo almeja e pelo fazemos até agora. Mas não dá para vencer de qualquer maneira. Tem que ser organizado, saindo bem e com velocidade, respeitando o Boa. Como é que se respeita o Boa? Jogando em cima dele e diminuindo os espaços para o contra-ataque, porque vem para jogar por uma bola, uma bola parada. Temos de fazer um grande jogo. Peço ao torcedor que venha com o pensamento de apoiar, de fazer a Ressacada pulsar e seja nosso 12º jogador. O torcedor será importante nestes jogos em que entramos em campo com a obrigação de vencer.

Confira a tabela da Série B do Brasileiro
Leia mais notícias sobre o
Avaí

 
A Notícia
Busca