Ex-Barça Arda Turan pode pegar 12 anos de prisão por briga com cantor - Esportes - A Notícia

Vers?o mobile

 

Istambul15/10/2018 | 12h14

Ex-Barça Arda Turan pode pegar 12 anos de prisão por briga com cantor

AFP
AFP

O meia turco Arda Turan foi indiciado nesta segunda-feira por assédio sexual, porte ilegal de arma e agressão, correndo o risco de receber uma sentença de até 12 anos e meio de prisão, segundo a agência DHA.

Turan, emprestado nesta temporada pelo Barcelona ao Basaksehir, de Istambul, brigou na semana passada ao sair de uma boate com o cantor popular Berkay Sahin, cuja esposa acusa o jogador de assédio, segundo a imprensa turca. Durante a briga, Turan quebrou o nariz do cantor.

O jornal Haberturk relata uma sequência digna de novela do caso: Turan, armado de uma pistola, teria ido até o hospital onde o cantor recebia tratamento e suplicado para que alguém atirasse nele próprio e que o perdoassem.

Berkay Sahin foi indiciado por "insulto" e pode ficar até dois anos preso.

Turan, um célebre apoiador do presidente Recep Tayyip Erdogan, é um dos jogadores turcos mais famosos do mundo, tanto por seu futebol como por seu mau comportamento.

Em maio, o meia foi suspenso por 16 jogos pelas autoridades do futebol turco após empurrar e insultar um árbitro durante uma partida do Basaksehir.

O jogador de 31 anos foi emprestado ao Basaksehir na temporada passada, após uma passagem frustrada pelo Barcelona, clube no qual não conseguiu repetir as ótimas atuações dos anos no Atlético de Madrid.

* AFP

 
A Notícia
Busca