Autoridades antidoping arquivam investigação sobre Cheryshev - Esportes - A Notícia

Versão mobile

 

Madri13/09/2018 | 13h35

Autoridades antidoping arquivam investigação sobre Cheryshev

AFP
AFP

As autoridades espanholas antidoping anunciaram nesta quinta-feira não ter encontrado indícios de doping por parte do atacante russo do Valencia Denis Cheryshev, ao fim de uma investigação aberta esta semana.

"Foi realizada uma investigação que terminou com o arquivamento da mesma por não encontrar indícios de condutas irregulares", explicou a agência antidoping espanhola AEPSAD em carta publicada no Twitter pelo próprio jogador.

A AEPSAD informou que a investigação foi feita "em conjunto com a Agência Mundial Antidoping (Wada) e por causa de informações que aparecerem na imprensa sobre um suposto uso de substâncias proibidas no esporte durante seu tempo como jogador do Villarreal".

Um porta-voz da AEPSAS confirmou à AFP a autenticidade da carta, datada em 13 de setembro.

As autoridades antidoping já haviam confirmado na quarta-feira a abertura da investigação devido a declarações do pai do jogador, o ex-atacante Dmitri Cheryshev, a um jornal russo.

Dmitri Cheryshev teria dito ao jornal Sport Week-End que seu filho recebeu injeções de hormônios do crescimento quando jogava no Villarreal.

Tomar hormônios de crescimento sem autorização médica pode levar à suspensão por quatro anos. O pai do jogador depois indicou que suas palavras foram manipuladas pelos jornalistas.

Denis Cheryshev, 27 anos, foi um dos destaques da Rússia na Copa do Mundo-2018, na qual anotou 4 gols.

Revelado pelo Real Madrid, o jogador chegou em 2016 ao Villarreal, que o emprestou ao Valencia para a atual temporada.

* AFP

 
A Notícia
Busca