Fluminense do Itaum perde em casa e fica longe da vaga na elite do Catarinense - Esportes - A Notícia

Versão mobile

 

Série B12/08/2018 | 18h59Atualizada em 12/08/2018 | 18h59

Fluminense do Itaum perde em casa e fica longe da vaga na elite do Catarinense

Joinvilenses abrem o placar no primeiro tempo, mas Marcílio Dias se impõe e vira o jogo

Fluminense do Itaum perde em casa e fica longe da vaga na elite do Catarinense Marcílio Dias/Divulgação
Foto: Marcílio Dias / Divulgação

O Fluminense do Itaum perdeu para o Marcílio Dias por 3 a 1, em casa, na primeira partida das semifinais do Campeonato Catarinense da Série B neste domingo. O resultado deixou o time de Joinville mais longe do acesso à elite do futebol estadual. 

Para conseguir a vaga, será necessário vencer o adversário por três gols de diferença, em Itajaí. O confronto de volta será no domingo, mas ainda não tem horário definido pela Federação Catarinense de Futebol.

PRIMEIRO TEMPO

Na primeira etapa, o jogo foi muito disputado e equilibrado. Apesar de ocuparem mais o meio de campo, Fluminense e Marcílio Dias levavam perigo quando armavam jogadas de ataque. Logo nos dois primeiros minutos, os dois times times tiveram uma oportunidade de abrir o marcador.

O time de Itajaí chegou a marcar primeiro, aos nove minutos, com Abner. Porém, o árbitro anulou o gol porque o meia estava impedido quando cabeceou para as redes. O clube ainda teve mais uma chance com Schwenck aos 21 minutos antes de o Fluminense começar a dominar o jogo.

Os joinvilenses já tinham quase aberto o placar aos 32 minutos, quando Oberdan cabeceou a bola no travessão. E também um minuto depois com Geison, que chutou por cima do gol após uma saída errada do goleiro Cristofer.

O gol saiu apenas aos 38 minutos. Edinho chutou de fora da área, a bola quicou no caminho e enganou o goleiro. As redes balançaram e a torcida tricolor que compareceu à Arena vibrou com o resultado parcial.

Fluminense do Itaum perde em casa para o Marcílio Dias e fica longe da vaga na elite do Catarinense
Foto: Hassan Farias / A Notícia

SEGUNDO TEMPO

O segundo tempo começou tão movimentado quanto na primeira etapa. Logo a um minuto o Fluminense quase ampliou o placar. Na jogada trabalhada pela direta, Romário cruzou, Edinho finalizou dentro da pequena área e Cristofer salvou o Marcílio Dias. Na sobra, a bola foi chutada de novo, desviou em Edinho e foi para fora.

Depois disso, a tensão tomou conta da torcida joinvilense com o crescimento do time visitante. Isso porque aos 11 minutos, o Marcílio Dias empatou o jogo. Abner recebeu o lançamento pela direita e chutou para o gol. A bola desviou no zagueiro e foi para o fundo das redes.

O time de Itajaí começou a pressionar o Fluminense e passou a dominar a partida. Os donos da casa sentiram o gol e erravam muitos passes, dando oportunidades para o adversário. Não demorou para o Marcílio Dias aproveitar as chances e virar o jogo.

Aos 22, a bola foi lançada para Wilson Júnior em um contra-ataque. O atacante bateu na saída do goleiro Paulo Sérgio e fez 2 a 1. O terceiro gol veio aos 36 minutos, com Sabiá. Ele recebeu passe dentro da área e chutou de letra. O goleiro espalmou e Sabiá chutou de novo, desta vez para o fundo do gol.

O Marcílio Dias ainda teve mais chances de ampliar o placar, enquanto o Fluminense teve dificuldades para conseguir criar jogadas e diminuir a vantagem do adversário. Sem alterações no marcador, o jogo acabou com a torcida marcilista vibrando nas arquibancadas da Arena Joinville.

 
A Notícia
Busca