Figueirense vence o Boa Esporte, encerra jejum e volta a encostar no G-4 - Esportes - A Notícia

Versão mobile

 

Série B21/08/2018 | 22h21Atualizada em 21/08/2018 | 22h21

Figueirense vence o Boa Esporte, encerra jejum e volta a encostar no G-4

Juninho e Ferrareis marcaram os gols do triunfo por 2 a 0 no Sul de Minas Gerais

Figueirense vence o Boa Esporte, encerra jejum e volta a encostar no G-4 Reprodução/Reprodução
Foto: Reprodução / Reprodução
DC Esportes
DC Esportes

Na base da velocidade, o Figueirense deu um basta na má fase na noite desta terça-feira. Em Varginha (MG), o Alvinegro venceu o lanterna Boa Esporte, por 2 a 0, no Estádio Dilzon Melo (o Melão), pela 22ª rodada da Série B do Brasileiro. Juninho e Ferrareis, ainda no primeiro tempo, marcaram os gols que encerram o jejum de quatro jogos sem vitória na competição. A equipe não vencia desde 24 de julho, quando bateu o Vila Nova em Florianópolis.  

O triunfo faz o Figueirense chegar aos 33 pontos, mas não o coloca de novo no G-4, porém, o deixa na cola da zona de acesso à elite de 2019. O Figueirense volta a campo na sexta-feira, às 19h15min, quando uma outra vitória pode garantir a presença entre os melhores da Série B. O time recebe o Brasil de Pelotas, no Orlando Scarpelli, pela 23ª rodada. O Boa Esporte joga no sábado, às 21h, quando visita o Juventude, em Caxias do Sul.

Vantagem construída antes do intervalo

Milton Cruz fez cinco mudanças no time em relação à derrota para o Goiás, quatro delas por opção técnica e outra devido a suspensão do volante Zé Antônio. O atacante Juninho, um dos contemplados com a chance, se mostrou disposto a ficar na equipe. No primeiro minuto, ele bateu de fora da área e a bola passou perto da meta. No lance seguinte, o jovem tabelou com Pereira, ganhou na velocidade da zaga do Boa e tocou na saída do goleiro Fabrício: 1 a 0.

Em vantagem, o Figueirense chamou o time mineiro para o seu campo de defesa, ficando com a opção do contra-ataque. Sem que Denis fosse ameaçado, o Alvinegro encaixou mais uma jogada de velocidade para ampliar. Aos 28, a zaga do Figueirense afastou a bola na área, Juninho arrancou pelo lado esquerdo e inverteu o lance para Ferrareis. O meia serviu Renan Mota, que com um tapa de classe devolveu para o camisa 17 finalizar no ângulo direito: 2 a 0.

Logo após o segundo gol, Ney da Matta sacou o lateral direito PH e colocou Aldo. O motivo é que os dois tentos saíram pelo setor. Antes do intervalo, o Boa Esporte avançou as linhas e teve duas chances para diminuir. Na primeira, aos 36, Cloves ganhou pelo alto da defesa do Figueira e cabeceou no meio do gol, mas Denis fez a defesa. O goleiro voltou a ter trabalho aos 42. Daniel Cruz soltou a pancada pelo lado direito do ataque, mas o camisa 1 espalmou. 

Administrando o resultado

Na etapa final, Milton Cruz manteve a formação e a opção de jogar no contra-ataque. O Boa Esporte voltou do intervalo com o William Barbio na vaga de Jadson. Aos seis, o time mineiro levou perigo à meta catarinense. Bruno Tubarão cruzo para o meio da área e Douglas Baggio bateu. A bola saiu pela linha de fundo. Aos 17, Denis fez uma linda defesa depois que Rafael Jensen cabeceou no canto esquerdo. O goleiro do Figueira foi buscar e pôs para escanteio.

Em seu primeiro jogo como titular pelo Alvinegro, Elton teve boa oportunidade para mandar para o gol. Aos 26, o camisa 99 recebeu dentro da área e bateu. O goleiro Fabrício espalmou. Aos 33, Douglas Baggio acertou a rede, mas pelo lado de fora. O atacante do Boa Esporte fez o arremate, mas errou o alvo.  Seis minutos depois, Barbio apareceu no meio da zaga alvinegra após escanteio. Ele testou, e a bola passou em frente ao gol de Denis e foi para tiro de meta.

FICHA TÉCNICA - Boa Esporte 0 x 2 Figueirense

BOA ESPORTE
Fabrício; PH (Aldo), Rafael Jansen, Luan e Jadson (Wiliam Barbio); Djavan e Cloves (Lucas Lino); Daniel Cruz, Bruno Tubarão e Kaio Cristian; Douglas Baggio. Técnico: Ney da Matta.

FIGUEIRENSE
Denis; Matheus Ribeiro, Nogueira, Cleberson e João Paulo; Pereira e Matheus Sales; Renan Mota (Eduardo Bauermann), Ferrareis (Diego Renan) e Juninho (Felipe Amorim); Elton. Técnico: Milton Cruz.

GOLS: Juninho (F), aos dois, e Ferrareis (F), aos 28 minutos do primeiro tempo.
CARTÕES AMARELOS:
Jadson, Djavan e Lucas Lino (B). Nogueira, Elton e Renan Mota (F).
ARBITRAGEM
: Eduardo Tomaz de Aquino Valadão, auxiliado por Márcio Soares Maciel e Hugo Sávio Xavier Corrêa (trio de GO).
LOCAL: Estádio Dilzon Melo, em Varginha (MG).

Confira a tabela da Série B do Brasileiro 2018
Leia mais sobre o
Figueirense

 
A Notícia
Busca