Carlos Eduardo revela ter superado período de "muita tristeza" no Criciúma - Esportes - A Notícia

Versão mobile

 

Volta por cima07/08/2018 | 18h10Atualizada em 07/08/2018 | 18h11

Carlos Eduardo revela ter superado período de "muita tristeza" no Criciúma

Jogador diz que aumentou a carga de trabalho na academia para voltar mais forte

Carlos Eduardo revela ter superado período de "muita tristeza" no Criciúma Guilherme Hahn//Especial
Carlos Eduardo foi titular em três jogos na Série B e tem a melhor média de desarmes por partida do Criciúma Foto: Guilherme Hahn/ / Especial
Renan Medeiros

Em 2017, tudo levava a crer que seria questão de tempo até que o volante Carlos Eduardo se destacasse no time profissional do Criciúma. Logo no começo do ano, foram dois golaços de falta, contra o Tubarão e contra o Brasil de Pelotas. Mas o jogador formado na base carvoeira raramente esteve entre os titulares nos jogos pelo Campeonato Brasileiro da Série B desde então.

Neste ano, quando o Criciúma era comandado pelo técnico Argel Fucks, o jogador chegou a ser considerado um atleta dispensável do elenco, assim como Eltinho e Luiz Fernando, que também passaram a treinar à parte.

Até que tudo mudou

A fase mudou e Carlos Eduardo tem aproveitado bem as chances que recebeu do técnico Mazola Júnior. Mas se firmar como  uma das opções ao time titular não foi fácil para o jogador. Natural de Araranguá, o atleta se apegou às pessoas próximas para não desistir do futebol.

— Foi muito triste para mim. O fundamental foi ter a família ao lado. Cara, passou muita coisa pela minha cabeça. Mas sempre pensei em dar a volta por cima. Trabalhei muito, muito, muito. Quando estava na academia, aumentava os pesos para estar melhor preparado quando voltasse. Eu tinha certeza que ia voltar — revela Carlos Eduardo.

Volante de origem, o atleta tem sido aproveitado como substituto do lateral-direito Sueliton, lesionado.

— Passei por um momento muito difícil, mas trabalhei muito e procurei melhorar os pontos que o Mazola cobrava de mim, que era a marcação. Até deixei de atacar um pouco para marcar melhor e acho que está dando certo — considera Carlos Eduardo.

Sim, deu certo. Carlos Eduardo é o jogador do Criciúma com a melhor média de desarmes por jogo. Foram 14 nas três partidas em que ele entrou em campo.

— Eu acho que aquilo tudo resultou em crescimento para mim. Minha cabeça mudou e percebi que poderia dar mais. Ao mesmo tempo em que foi ruim ficar afastado dos meus colegas, teve algo de bom para mim também — admite o volante e lateral.

Se Sueliton não se recuperar a tempo, Carlos Eduardo deve ser titular novamente na próxima partida, contra o Atlético Goianiense. O jogo será às 16h30min desse sábado (11), no Estádio Heriberto Hülse.

Veja a tabela da Série B do Brasileiro
Mais notícias do
Criciúma

 
A Notícia
Busca