Avaí arranca empate no fim contra a Ponte, mas termina o turno fora do G-4 - Esportes - A Notícia

Versão mobile

 

Série B04/08/2018 | 20h58Atualizada em 06/08/2018 | 11h29

Avaí arranca empate no fim contra a Ponte, mas termina o turno fora do G-4

Leão saiu na frente, mas tomou a virada e chegou à igualdade com gol de pênalti

Avaí arranca empate no fim contra a Ponte, mas termina o turno fora do G-4 Fábio Leoni/PontePress
Dois times alternaram momentos de domínio no Estádio Fonte Luminosa, em Araraquara Foto: Fábio Leoni / PontePress
DC Esportes
DC Esportes

O Avaí fechou o turno da Série B do Campeonato Brasileiro fora do G-4. O Leão até saiu na frente, mas não conseguiu superar a Ponte Preta no Estádio Fonte Luminosa, em Araraquara (SP). O empate em 2 a 2 - conquistado pelo Avaí no fim do jogo - refletiu bem o que foi a partida da noite deste sábado, com os dois times alternando momentos de domínio.

O resultado faz com que o Avaí fique na sétima posição, um ponto atrás do atrás do Atlético Goianiense, último da zona de acesso. A diferença para o rival Figueirense, sexto colocado, é o número de vitórias - o Alvinegro tem uma a mais.

Gol azurra logo no início

O Leão abriu o placar logo aos sete minutos do primeiro tempo. João Paulo cobrou uma falta pelo lado esquerdo, quase do meio do campo, Renato precisou de apenas um toque para dominar no lado direito, perto da linha de fundo e ajeitar para Rodrigão, que acertou um voleio da entrada da área. A bola ainda tocou o chão e tornou mais difícil a missão do goleiro Ivan, que não conseguiu evitar o gol azurra (ouça a narração seguir).

A Ponte Preta teve dificuldades para passar pela trinca de zagueiros do Avaí. O jeito foi arriscar de longe, mas nenhuma finalização parecia assustar o goleiro Aranha. O Leão, por outro lado, não chegou tantas vezes ao gol adversário, só que com mais perigo. Aos 26 minutos, Renato cobrou falta com força e acertou a trave, perto do ângulo direito de Ivan.

O empate da Macaca veio aos 31. Danilo Barcelos cobrou lateral pela esquerda, Júnior Santos recebeu, livrou-se da marcação de Airton, foi até a linha de fundo e rolou para o meio da área, de onde chegava André Luis para finalizar e deixar tudo igual.

O gol da Ponte não mudou o panorama do jogo, que continuou com os mandantes tendo mais posse de bola e os catarinenses tentando ser mais objetivos nos lances de ataque.

No fim da primeira etapa, Rodrigão desperdiçou a oportunidade de colocar o Avaí novamente à frente no placar. Ele roubou a bola do zagueiro Léo Santos e avançou cara a cara com Ivan, mas chutou para fora. O goleiro chegou a dar um toque sutil na bola.

Geninho não mexeu no Avaí no intervalo e a Ponte também voltou sem alterações.

A Macaca começou melhor o segundo tempo. Logo no primeiro lance ofensivo, no minuto inicial, André Luís recebeu no meio e arriscou de fora da área. A bola passou à direita do gol defendido por Aranha.

A Ponte Preta continuou dominando as ações do jogo até os 15 minutos, quando o Leão chegou pela primeira vez com perigo na segunda etapa. João Paulo arriscou de longe e Ivan não conseguiu segurar. No rebote, Renato cabeceou para fora.

Ponte vira e Avaí tem pênalti

Os chutes à distância de André Luís eram o maior risco que o Leão corria, e foi graças a eles que a Macaca virou. João Paulo perdeu a bola para Igor Vinicius na intermediária e sobrou para o atacante da Ponte, que avançou, limpou e mandou uma bomba, no canto direito de Aranha. O lateral avaiano reclamou de falta no lance, mas a arbitragem confirmou o gol e João Paulo acabou substituído.

A Ponte Preta tentou administrar a vantagem, mas, aos 43 do segundo tempo, o atacante Júnior Santos levantou demais o pé em dividida com Capa dentro da própria área. A arbitragem assinalou o pênalti. Na cobrança, Ivan caiu para o lado direito, mas Guga mandou no meio do gol e deixou tudo igual novamente (ouça a narração seguir).

Dois minutos depois do gol avaiano, já nos acréscimos, a Ponte quase marcou o terceiro. Hyuri subiu mais que a zaga após um cruzamento e  acertou o travessão.

FICHA TÉCNICA

PONTE PRETA - 2
Ivan, Igor, Léo Santos, Renan Fonseca e Ruan; Nathan, João Vitor e Orinho (André Castro); André Luis (Victor Rangel), Júnior Santos e Danilo Barcelos (Hyuri). Técnico: João Brigatti. 

AVAÍ - 2
Aranha; Airton, Marquinhos Silva e Betão; Guga, Luan (Beltrán), Pedro Castro, Renato e João Paulo (Capa); Romulo e Rodrigão (Getúlio). Técnico: Geninho. 

GOLS: André Luís, aos 31 do 1ºT e aos 21 do 2ºT (P). Rodrigão, aos 7 do 1ºT e Guga, aos 45 do 2ºT (A).
CARTÕES AMARELOS
: Orinho e Júnior Santos (P). Luan (A).

ARBITRAGEM: Emerson de Almeida Ferreira, auxiliado por Celso Luiz da Silva e Marcus Vinicius Gomes (trio de MG).
LOCAL:  Estádio Fonte Luminosa, em Araraquara (SP).

Veja a tabela da Série B do Brasileiro
Mais notícias do
Avaí

 
A Notícia
Busca