Técnico da Chapecoense elogia desempenho e reforço no meio - Esportes - A Notícia

Versão mobile

 

Brasileirão30/07/2018 | 07h00Atualizada em 30/07/2018 | 07h00

Técnico da Chapecoense elogia desempenho e reforço no meio

Gilson Kleina gostou de Yann  Rolim e deu recado a Canteros, que não foi relacionado

Técnico da Chapecoense elogia desempenho e reforço no meio Sirli Freitas / Chapecoense/Chapecoense
Yann, no lado direito de Wellington Paulista, era o meia esperado há nove meses na Chapecoense Foto: Sirli Freitas / Chapecoense / Chapecoense

O empate por 1 a 1 contra o Grêmio não trouxe o alívio e a tranquilidade que uma vitória dariam para o técnico da  Chapecoense , Gilson Kleina. Mas o ponto conquistado e a saída momentânea da zona de rebaixamento já deixaram o técnico mais otimista.

- Não vamos comemorar o empate porque estamos buscando essa vitória faz alguma rodadas mas demos uma resposta da entrega, da vontade de vencer, essa é a identidade da Chape, torcedor viu que temos condições de mostrar nosso potencial – afirmou.

Ele elogiou também o reforço de Yann Rolim, que veio da Dinamarca, e que deu nova característica para o time. Kleina disse que está no clube há nove meses e que somente agora conseguiu ter um meia com essas características. O estreante ajudou na articulação das jogadas e também chegou para finalizar.

Kleina disse que montou a equipe com um desenho diferente, no 4-2-3-1. Ele pretende utilizar o jogador também na quarta-feira, diante do Corinthians, na Copa do Brasil. Só primeiro vai avaliar as condições físicas do atleta, que pediu para ser substituído no segundo tempo.

Kleina disse também que vai conversar com os novos reforços que chegaram no final de semana, o meia Diego Torres, que veio do Iquique do Chile, o volante Orzusa, do Nacional do Paraguai e o atacante Victor Andrade, que veio do Estoril. O prazo de inscrição para a Copa do Brasil encerra nesta segunda-feira. Outro reforço, o zagueiro Rafael Pereira, que veio do Ceará, não pode jogar pois já atuou na competição por seu ex-clube. Mesmo caso do atacante Leandro Pereira.

Questionado sobre Canteros, que não foi  nem relacionado para o jogo contra o Grêmio, o comandante deu uma resposta vaga.

- Nós não desistimos de jogador, mas todos nós temos que estar em sintonia com o clube – declarou.

O diretor-executivo de futebol, Rui Costa, deixou subentendido que Canteros levou “um gelo” mas que pode ser relacionado na viagem a São Paulo.

- Ele não foi punido, mas a Chapecoense é o clube do nós, não do eu. Sempre pensamos no coletivo. Ele não está excluído, só não está na lista como não estiveram o Junior Santos, o Vinícius. Ele não estava na lista deste jogo – afirmou Rui Costa, citando o confronto contra o Grêmio.

No entanto o desempenho do jogador visivelmente não tem agradado, tanto que ele foi colocado no banco no jogo contra o Santos. 

A Chapecoense treina pela manhã e, no final da tarde, viaja para São Paulo, onde enfrenta o Corinthians, na quarta-feira.

Leia mais notícias sobre a Chapecoense no DC


 
A Notícia
Busca