Brasil-Bélgica: declarações da seleção brasileira - Esportes - A Notícia

Versão mobile

 

Kazan06/07/2018 | 19h53

Brasil-Bélgica: declarações da seleção brasileira

AFP
AFP

Declarações da seleção brasileira após a eliminação nas quartas de final da Copa do Mundo da Rússia-2018 diante da Bélgica (2-1), nesta sexta-feira em Kazan:

Marcelo (lateral-esquerdo):

"(Sobre falta de força mental) Isso faltou no início, em bobeiras que a gente deu. No final a gente conseguiu criar jogadas, chutar para gol. Isso cansado, tendo que marcar, pegar a bola lá atrás e tocar até o gol adversário. Não conseguimos o gol, mas tentamos. (Sobre domínio do jogo) Acredito que eles foram melhores no início, nos 15 primeiros minutos. Mas depois tivemos ocasiões de gol ainda no primeiro tempo, poderia ter sido diferente. No segundo tempo a gente comandou o jogo, tivemos várias ocasiões, goleiro salvou, bola bateu no zagueiro. Mas futebol é isso, quem faz mais gol ganha. (Sobre dor do 7-1) Na minha opinião, dói igual. Noite horrível, ser eliminado não tem explicação".

Philippe Coutinho (atacante):

"Não saio satisfeito com minha atuação, nem um pouco. Mas saio de cabeça erguida, porque tentei dar meu melhor, como sempre fiz. Infelizmente, hoje não foi o dia. (Sobre críticas) Queríamos chegar até o fim, mas demos o nosso melhor. Todo mundo se entregou até o fim. Seguramente vamos receber pancada de todo lado. A vida segue, o futebol é assim, composto de vitórias e derrotas. Ficamos tristes, porque queríamos muito ser ganhadores, como todo o Brasil. Hoje, infelizmente não deu. Quando se perde, muita coisa é falada, ainda mais no Brasil. Sabemos como são as coisas. Agora não dá para pensar em nada. Estamos com a cabeça ainda no jogo, chateados. E é isso".

* AFP

 
A Notícia
Busca