Bélgica e Inglaterra disputam terceiro lugar que é mais que um consolo - Esportes - A Notícia

Versão mobile

 

São Petersburgo13/07/2018 | 14h43

Bélgica e Inglaterra disputam terceiro lugar que é mais que um consolo

AFP
AFP

Bélgica e Inglaterra disputarão neste sábado a partida que ninguém deseja jogar, apesar de terem a chance de fazerem história se conquistarem a terceira colocação da Copa do Mundo, algo mais que um consolo para estes países.

Tanto os Diabos Vermelhos quanto os Pross perderam a chance de disputar a decisão, depois de serem vencidos respectivamente por França (1-0) e Croácia (2-1) nas semifinais.

Apesar da decepção por não chegarem à decisão, os belgas buscam sua melhor campanha na história da competição, melhorando o quarto lugar conquistado no Mundial do México-1986.

Já os ingleses ainda estão distantes de repetir o título de 1966. A equipe não disputava uma semifinal desde a Itália-1990, torneio em que terminaram na quarta colocação.

Após a derrota para os Bleus na terça-feira, o técnico da Bélgica Roberto Martínez deu um dia de folga aos jogadores, que aproveitaram para estar com as famílias e só voltaram a treinar na tarde de quinta-feira.

A "Geração Dourada" belga sonhava com o primeiro título mundial, mas agora precisa se concentrar em conquistar a medalha de bronze, o que daria moral para os próximos torneios.

"Em dois anos haverá uma nova Eurocopa, onde os Diabos Vermelhos estarão ainda em forma e espero que façamos um bom torneio. A partir de setembro, teremos tempo de pensar nisso", declarou o goleiro Thibaut Courtois.

Os belgas, em todo caso, têm vontade de terminar vencendo.

- Kane e Lukaku pela artilharia -

"O jogo pelo terceiro lugar não é uma perda de tempo. É um jogo que queremos jogar", advertiu o lateral Thomas Meunier, que poderá voltar ao time após perder a semifinal por acúmulo de cartões. "Queremos fazer história com um terceiro lugar", acrescentou.

Sobre a Inglaterra, o técnico Gareth Southgate formou um elenco muito jovem e talentoso para este mundial. A seleção chegou mais longe do que muitos analistas e torcedores esperavam.

A decepção por não ter chegado à final contrasta com o otimismo que a Inglaterra vê o futuro desta seleção.

"Demonstramos que podemos ir bem nos grandes torneios e o objetivo agora é que não seja necessário esperar outros 20 anos para jogar uma grande semifinal", declarou o capitão Harry Kane em referência à Eurocopa-1996, último grande torneio em que os Pross chegaram às fases finais.

Tanto belgas como ingleses fizeram seus torcedores vibrarem e o triunfo seria uma excelente maneira de terminar a competição.

Os dois times já se enfrentaram no terceiro jogo da fase de grupos, mas a vitória belga (1-0) não deve servir como grande referência já que as duas equipes estava classificadas e jogaram recheada de reservas.

O jogo pela terceira posição também terá o atrativo do duelo de artilheiros entre o inglês Harry Kane e o belga Romelu Lukaku, que têm vantagem na briga pela Chuteira de Ouro do Mundial.

Por enquanto, a vantagem é para o inglês, que lidera a disputa com seis gols contra quatro de Lukaku. Apenas os franceses Antoine Griezmann e Kylian Mbappé, ambos com três gols, poderiam se intrometer em busca da premiação individual ao disputarem a final de domingo contra Croácia.

-- Prováveis escalações:

Inglaterra: Pickford - Trippier, Walker, Stones, Maguire, Young - Lingard, Henderson, Dele - Kane, Sterling.

Treinador: Gareth Southgate

Bélgica: Courtois - Alderweireld, Kompany, Vertonghen - Meunier, Witsel, Fellaini, Carrasco - De Bruyne, Lukaku, Hazard

Treinador: Roberto Martínez (ESP)

Árbitro: Alireza Paghani (IRN)

* AFP

 
A Notícia
Busca