Fifa adia decisão sobre Copa com 48 seleções no Catar-2022 - Esportes - A Notícia

Versão mobile

 

 

Moscou10/06/2018 | 14h02

Fifa adia decisão sobre Copa com 48 seleções no Catar-2022

AFP
AFP

A Fifa adiou para outubro a decisão de ampliar para 48 o número de seleções a partir a Copa do Mundo do Catar-2022, informou neste domingo o presidente Gianni Infantino.

A mudança seria votada no congresso da entidade nesta quarta-feira, véspera do início da Copa da Rússia. "O quanto antes melhor, isso deve ser decidido antes dos jogos de eliminatórias", explicou Infantino.

"Por enquanto é prematuro discutir detalhes, a Fifa vai conversar sobre o tema com o país organizador e veremos", acrescentou o mandatário.

O comunicado da Fifa indica que "é prematuro discutir (a mudança) no Congresso da Fifa" de quarta-feira. "Pelo momento, teremos um formato de Copa do Mundo com 32 times', indicou Infantino.

A princípio, estava previsto que o primeiro Mundial da história com 48 seleções fosse disputado na edição de 2026.

O Congresso da Fifa de quarta-feira vai decidir a sede da Copa do Mundo de 2026, em disputa entre Marrocos e o trio Estados Unidos-Canadá-México.

A Fifa também anunciou uma nova fórmula para a classificação mensal da Fifa, que "entrará em vigor depois da Copa do Mundo da Rússia-2018".

"Decidimos mudar um pouco o cálculo, dar mais peso para os jogos oficiais", explicou Infantino.

Em comunicado, a entidade avalia que deve "evitar potenciais manipulações da classificação e oferecer a cada seleção oportunidades equivalentes para escalar no ranking".

O cálculo será baseado em métodos "Elo", que é baseado em cálculo estatístico para decifrar a habilidade relativa de cada atleta. A nova fórmula "deve ser colocada em prática na primeira publicação oficial da classificação após a Copa do Mundo".

No momento, a Alemanha lidera o ranking, seguida de Brasil e Bélgica.

* AFP

 
A Notícia
Busca