Milton Cruz mantém forma de trabalho para Figueirense voltar a vencer - Esportes - A Notícia

Versão mobile

 

 

Série B23/05/2018 | 07h26Atualizada em 23/05/2018 | 07h26

Milton Cruz mantém forma de trabalho para Figueirense voltar a vencer

De acordo com treinador, atividades não sofreram alteração por causa de três derrotas seguidas

Milton Cruz mantém forma de trabalho para Figueirense voltar a vencer Ailton Cruz/Gazeta de Alagoas
Foto: Ailton Cruz / Gazeta de Alagoas
DC Esportes
DC Esportes

O Figueirense voltou a vencer na Série B do Campeonato Brasileiro. Na noite de terça-feira, a equipe alvinegra abriu a sétima rodada da competição com goleada fora de casa: 4 a 1 sobre o CSA, em Maceió. O triunfo encerra a série de derrotas em três jogos. Conforme o técnico Milton Cruz, o período de seca de pontos não alterou a forma de trabalhar, tampouco modificou a preparação para o jogo no Rei Pelé, quando o Alvinegro alcançou o quarto triunfo na competição.

- A gente trabalhou igual a forma que temos trabalhado. É difícil passar por três derrotas, eu não havia passado por isso em lugar algum. Sempre acreditei no time. Ficamos chateados pelos resultados ruins, mas não fiquei triste com a entrega da equipe. Trabalhei normal, não mudei nada do que costumo fazer. Temos de ter pé no chão. Todas as equipes terão queda de rendimento, todas, sem exceção. O futebol é assim, tem destas coisas que a gente não espera. Fizemos um grande jogo contra uma grande equipe, a vice-líder. E não tem nada que não possa ser melhorado, vamos melhorar e não é porque perdeu três que haveria terra arrasada. O grupo tem qualidade, para chegar entre os quatro e brigar pelo objetivo — apontou o treinador na entrevista coletiva.

Curiosamente, nos três jogos em que a equipe alvinegra foi derrotada o meia-atacante Renan Mota esteve ausente, lesionado. Na última terça-feira, ele reapareceu na vaga de Maikon Leite, que acusou dores estomacais instantes antes de a bola rolar. O técnico alvinegro, porém, acredita que é fruto da força do elenco.

— É um jogador importante. Mas acho que temos um grupo. Tinha o Maikon para explorar a velocidade. O Renan vem de um tempo sem jogar, tínhamos medo de não aguentar o jogo todo. A princípio a gente iria colocar no decorrer da partida para ganhar ritmo de jogo. Mas entrou, fez gol, tem nossa confiança, tem potencial e sabe jogar. Está fazendo gol, isso nos deixa feliz. Queremos um time que não dependa apenas dos centroavantes, mas de quem atua do meio para frente. Hoje eles fizeram gols e fez a diferença — disse.

Na próxima rodada, a oitava da Série B, o Figueirense novamente joga às 19h15min de terça-feira e fora de casa. A equipe encara o São Bento no Estádio Walter Ribeiro, em Sorocaba (SP).

Confira a tabela da Série B do Brasileiro 2018
Leia mais sobre o
Figueirense

 
A Notícia
Busca