Reforço do Criciúma, Nicolas explica escolha para o acerto: "É um time grande"  - Esportes - A Notícia

Versão mobile

 

 

Apresentado10/04/2018 | 18h46Atualizada em 10/04/2018 | 18h46

Reforço do Criciúma, Nicolas explica escolha para o acerto: "É um time grande" 

Nicolas retorna ao Tigre após passagem sem sucesso na temporada 2010

Reforço do Criciúma, Nicolas explica escolha para o acerto: "É um time grande"  Fernando Ribeiro/Criciúma EC
Foto: Fernando Ribeiro / Criciúma EC
DC Esportes
DC Esportes

Contratado pelo Criciúma para a disputa da Série B do Brasileiro, o atacante Nicolas revelou que tinha outras propostas na sequência da temporada. Apresentado na tarde desta terça-feira, o jogador, que defendeu o Caxias nos primeiros meses de 2018, explicou o motivo de ter aceitado jogar pelo Tigre.

– Quando se recebe um convite do Criciúma nem tem o que pensar. Eu mesmo tinha outros convites, mas fui chamado pelo Argel (Fucks, treinador) e aceitei de imediato. O Criciúma é um dos grandes de Santa Catarina. Estou feliz e quero dar início aos trabalhos – disse.

O Tigre, porém, não é novidade na carreira do atacante de 28 anos. Em 2010, Nicolas defendeu o Criciúma em uma rápida passagem. Na ocasião, não teve o rendimento esperado e, agora, espera deixar uma outra impressão. 

– Estou muito mais maduro. Naquela outra vez, eu era mais jovem e o clube vivia uma situação delicada. Serviu como aprendizado. Vou buscar meu espaço no time para que seja diferente da minha primeira passagem – disse.

Nicolas foi um dos destaques do Caxias no Gaúcho. O time grená foi o segundo colocado na primeira fase, mas caiu para o Avenida nas quartas de final. Agora, o jogador pretende ajudar o Criciúma no retorno à elite do futebol brasileiro. 

– Fico feliz por ser indicado ao prêmio do Gaúcho. Não fui até lá, pois minha cabeça está aqui no Criciúma. Mas prova que foi um bom campeonato pelo Caxias. Espero dar sequência aqui, mantendo o nível de atuação ao longo da Série B – falou.

O atacante apontou ter preferência para atuar pelo lado esquerdo do ataque, mas se colocou à disposição de Argel para ajudar na posição que o comandante achar necessária.

– Sou um jogador de força. Jogo tanto pela direita quanto pela esquerda. Se precisar atuo centralizado também, mas minha preferência é pela esquerda. Independente disso, estou à disposição para a escolha do treinador – completou.

O Tigre estreia na Série B na sexta-feira às 20h30min, quando enfrenta o Atlético-GO fora de casa, no Estádio Olímpico, em Goiânia.

Confira a tabela da Série B do Brasileiro 2018
Leia mais notícias sobre a
Série B do Brasileiro 2018

 
A Notícia
Busca