Liga francesa desmente cláusula de rescisão de Neymar - Esportes - A Notícia

Versão mobile

 

 

Paris20/04/2018 | 14h26

Liga francesa desmente cláusula de rescisão de Neymar

AFP
AFP

Não existe uma "cláusula de rescisão" no contrato de Neymar com o Paris Saint-Germain, afirmou à AFP a Liga de Futebol Profissional da França (LFP), confirmando informação do jornal L'Équipe e desmentindo a publicação do jornal espanhol El País.

Em sua edição desta sexta-feira, El País falou da existência de uma cláusula cuja quantia dependeria dos objetivos esportivos alcançados "e que nunca seria menor do que 300 milhões de euros", podendo ser efetivada a partir do dia 1º de setembro caso o craque brasileiro desejasse deixar o PSG.

A prática está proibida na França, como estipula o artigo 202 do regimento da LFP.

"Não existe a cláusula no contrato do jogador, homologado pela comissão jurídica da LFP", indicou a entidade à AFP.

Neymar se tornou o jogador mais caro da história após o PSG pagar 222 milhões de euros para tirá-lo do Barcelona, cobrindo cláusula de rescisão legalizada na Espanha.

Os rumores da saída do astro brasileiro do clube francês continuam vivos. Neymar está em Mangaratiba se recuperando de operação no pé direito. O nome do Real Madrid soa frequentemente como possível destino do atacante.

O jornal esportivo Marca afirma que não existe cláusula de rescisão imediata, mas que em meados de 2019 Neymar "poderia sair por 222 milhões de euros, a mesma soma paga pelo PSG ao Barcelona no verão passado".

* AFP

 
A Notícia
Busca