Zidane afirma que não tinha "nenhuma vontade de ser treinador" - Esportes - A Notícia

Versão mobile

 

 

Limoges21/03/2018 | 16h10

Zidane afirma que não tinha "nenhuma vontade de ser treinador"

AFP
AFP

Zinedine Zidane, técnico que guiou o Real Madrid ao recente bicampeonato da Liga dos Campeões, afirmou nesta quarta-feira que não tinha "nenhuma vontade de ser treinador" quando se aposentou dos gramados em 2006.

"Quando parei (como jogador profissional), não tinha nenhuma vontade de ser treinador. Eu tinha mesmo era vontade de parar, de fazer outra coisa", declarou o francês a jornalistas em Limoges, cidade francesa onde obteve o diploma de manager-geral de clubes esportivos pelo Centro de Direito e Economia do Esporte (CDES).

"E logo você percebe que quando está acostumado a ter desafios na vida, é preciso continuar. Tomei meu tempo, me preparei para isso e a paixão de estar na beira do campo acabou levando a melhor. Hoje, sou técnico e sou feliz de ser", completou.

'Zizou' viajou a Limoges para disputar uma partida beneficente de futsal com outros campeões do mundo de 1998, como Laurent Blanc e Robert Pires.

"Como larguei a escola muito novo, eu tinha que me preparar", admitiu Zidane. "Fiz dois anos de manager, três anos de técnico. Passei cinco anos me preparando. Para mim era uma obrigação".

Técnico do Real Madrid desde janeiro de 2016, Zidane comandou a equipe rumo ao título espanhol em 2017 e aos bicampeonatos da Liga dos Campeões e do Mundial de Clubes (2016 e 2017).

* AFP

 
A Notícia
Busca