JEC e Chape se enfrentam no duelo do artilheiro Grampola contra o paredão Jandrei - Esportes - A Notícia

Versão mobile

 

Estadual10/03/2018 | 07h10Atualizada em 10/03/2018 | 07h10

JEC e Chape se enfrentam no duelo do artilheiro Grampola contra o paredão Jandrei

Atacante tricolor tem sete gols no Catarinense, enquanto o goleiro do Verdão está sem sofrer gols

JEC e Chape se enfrentam no duelo do artilheiro Grampola contra o paredão Jandrei Arte DC/Arte DC
Foto: Arte DC / Arte DC
DC Esportes
DC Esportes

A abertura da 13ª rodada do Campeonato Catarinense coloca frente a frente Joinville e Chapecoense, no Norte do Estado, às 19h de sábado. As duas equipes têm destaques individuais que podem fazer a diferença e garantir o resultado em campo. Pelo Tricolor, Rafael Grampola é o artilheiro do Estadual. Do outro lado, Jandrei dá segurança à defesa menos vazada.

Um dos grandes desafios do Joinville, além de superar a força da Chapecoense, é quebrar um tabu que dura seis anos. Desde 2012, o Tricolor não bate o Verdão na Arena. Naquela ocasião, sob o comando de Argel, o JEC venceu por 3 a 1. De lá para cá, houve nove partidas, com seis empates e três triunfos da Chape.

Para o confronto deste sábado, Rogério Zimmermann vive a expectativa de contar com, pelo menos, um dos jogadores que estava no departamento médico. O zagueiro Bruno Aguiar e os meias Marcos Paraná e Thiago Alagoano estavam em tratamento e serão reavaliados para que o treinador possa saber se pode ou não contar com eles.

– Se eu pudesse, pelo menos, ter o Thiago ou o Marcos Paraná já seria bom porque precisamos de mais opções ofensivas – observou o comandante.

Caso nenhum dos dois esteja à disposição, a responsabilidade recairá sobre o artilheiro Rafael Grampola, autor de sete gols no Campeonato Catarinense. Graças a este desempenho, o JEC deixou de balançar a rede em apenas três ocasiões no Estadual – uma delas contra a própria Chapecoense, quando Grampola deixou o campo lesionado.

– Vamos ter de ser bem competentes porque é uma equipe que leva poucos gols e sabe jogar fora de casa – concluiu Rogério Zimmermann.

A Chapecoense defende a liderança do Catarinense. O time de Gilson Kleina assumiu a ponta na última rodada. Agora, a missão é permanecer na dianteira.

– Estou muito feliz com a liderança. A gente conversou com o grupo que ela veio na vitória diante do Criciúma e também do empate em Lages, que nos deu condições de ir somando. Porém, nossa postura é de pés no chão, pois tem muito jogo ainda. No segundo turno, cada um luta por seu objetivo – disse Kleina.

Ele terá os desfalques de Apodi e  Arthur Caike, com lesões musculares. Eduardo e Nadson entram no time. Com isso, a Chape deixa de jogar com três atacantes e reforça o meio.

– Não é cautela, é equilíbrio – justificou o treinador.

FICHA TÉCNICA

JOINVILLE X CHAPECOENSE

JOINVILLE
Emerson (Matheus); Dick, Lazio, Evaldo e Alex Ruan; Eduardo Person, Michel Schmöller, Elias, Murilo Rangel e Madson; Rafael Grampola. Técnico: Rogério Zimmermann.

CHAPECOENSE
Jandrei; Eduardo, Nery Bareiro, Rafael Thyere e Vinícius Freitas; Amaral, Márcio Araújo, Elicarlos e Nadson; Guilherme e Wellington Paulista. Técnico: Gilson Kleina. 

ARBITRAGEM: Bráulio da Silva Machado, auxiliado por José roberto Larroyd e Carlso Schmidt.
DATA E HORA: sábado, 10, às 19h.
Local: Arena Joinville.

Confira a tabela do Catarinense 2018
Leia mais notícias sobre o
Catarinense 2018

 
A Notícia
Busca