Figueirense empata com o Brusque e deixa a liderança do Catarinense 2018 - Esportes - A Notícia

Versão mobile

 

 

Estadual08/03/2018 | 20h54Atualizada em 08/03/2018 | 20h57

Figueirense empata com o Brusque e deixa a liderança do Catarinense 2018

Ex-Figueira, Douglas Silva marca o tento da igualdade em 1 a 1 no Augusto Bauer.

Figueirense empata com o Brusque e deixa a liderança do Catarinense 2018 Patrick Rodrigues/Jornal de Santa Catarina
Foto: Patrick Rodrigues / Jornal de Santa Catarina
DC Esportes
DC Esportes

Invencibilidade mantida, mas não retomou a liderança do Campeonato Catarinense 2018. O Figueirense empatou em 1 a 1 com o Brusque, em Brusque, e não consegue terminar a 12ª rodada na dianteira do Estadual. Na noite desta quinta-feira, no Augusto Bauer, o Alvinegro não soube segurar a vantagem do primeiro tempo e sofreu o empate pela cabeça de um ex-jogador do clube. O zagueiro Douglas Silva marcou o tento do empate da partida, fazendo valer a "lei do ex". 

O Figueirense vai ter que correr atrás da Chapecoense pela liderança da competição outra vez. No domingo vai enfrentar o arquirrival Avaí às 17h, no Orlando Scarpelli. No mesmo dia e horário, o Brusque estará em ação no Domingos Lima, contra o Concórdia. 

LANCES! Confira como foi o Minuto a Minuto da partida. 

Todo modificado, o Figueirense priorizou o clássico de domingo, mas a estrutura da equipe foi mantida. O Brusque era veloz, porém não conseguia penetrar na defesa alvinegra. A primeira lance de perigo da partida foi aos 12, quando Ferrareis emendou de primeiro a bola rebatida e o goleiro Dida voou para espalmar. Porém, o camisa 1 do time da casa não teve como evitar que a redonda se chocasse contra o barbante, quatro minutos depois. Felipe Amorim lançou Ferrareis e ele disparou pelo lado direito. Ainda esperou Henan entrar na área para colocar na cabeça do centroavante finalizar e abrir o placar. 

Antes da ida ao descanso, o Brusque levou perigo em uma cabeça de Hélio Paraíba que passou rente ao travessão. E ainda teve um pedido de penalidade máxima por bola na mão que a arbitragem mandou o jogo seguir. Da volta do vestiário, o Figueirense suportou a pressão que a equipe mandante tentou impor. Saia pouco ao jogo e as tentativas do adversário eram pelo alto. Quando não era Eduardo ou Trevisan, o goleiro Denis espantava o perigo.  O Figueira respondeu aos 27. 

O lateral Samuel tomou a bola pela direita e encontra Henan livre na área. O centroavante bateu de primeira, e fraco. O goleiro Dida defendeu sem passar trabalho.  O Alvinegro passou a segurar a posse de bola para tentar não sofrer, mas não teve jeito. Aos 36, após escanteio, Jean Dias cabeceou e Denis fez uma grande defesa. Mas sobrou para o ex-Figueirense Douglas Silva, que completou para as redes. Daí por diante só deu a equipe de camisa amarela, que pressionou, botou uma bola no travessão e não conseguiu o segundo tento. 

FICHA TÉCNICA

BRUSQUE 
Dida; Edilson, Neguette, Douglas Silva e Carlos Alberto; Valkenedy, Adãozinho, Jean Dias e Safira; Wilson Júnior (Dakson) (Jefferson Renan) e Hélio Paraíba. Técnico: Pingo.

FIGUEIRENSE
Denis; Samuel Santos, Eduardo, Henrique Trevisan e João Lucas; Cleberson, Pereira, Gustavo Ferrareis, Felipe Amorim (Jorge Henrique) e João Paulo (Betinho); Henan (André Luís). Técnico: Milton Cruz.

GOLS: Douglas Silva, aos 36 do segundo tempo (B). Henan, aos 16 do primeiro tempo (F).
CARTÕES AMARELOS:  Cleyton, Douglas Silva e Valkenedy (B).  Betinho, Cleberson, Eduardo e Jorge Henrique (F). 

ARBITRAGEM: Cinésio Mendes Júnior, auxiliado por Helton Nunes e Eli Alves Sviderski.
BORDERÔ: 1.200 torcedores, para uma renda de R$ 24.650,00
LOCAL: Estádio Augusto Bauer, em Brusque.

Confira a tabela do Catarinense 2018
Leia mais notícias sobre o
Catarinense 2018

 
A Notícia
Busca