Quinze russos absolvidos de doping não serão convidados para Pyeongchang-2018 - Esportes - A Notícia

Versão mobile

 

Pyeongchang05/02/2018 | 16h34

Quinze russos absolvidos de doping não serão convidados para Pyeongchang-2018

AFP
AFP

Treze atletas russos e dois técnicos, absolvidos pelo Tribunal Arbitral do Esporte (TAS) de suspensões à vida por doping, não receberão convites para os Jogos Olímpicos de inverno de Pyeongchang, anunciou nesta segunda-feira (5) o Comitê Olímpico Internacional (COI).

Estas 15 pessoas não receberam a aprovação de duas comissões do COI encarregadas de analisar os casos e não poderão viajar à Coreia do Sul, onde serão disputados os Jogos de inverno a partir desta sexta-feira.

A decisão do TAS, que anulou a punição imposta previamente pelo COI, provocou um momento de incerteza em relação à participação destes atletas russos.

Até o momento, 169 atletas russos foram convidados oficialmente para os Jogos Olímpicos, depois de terem seus casos analisados individualmente para afastar qualquer possibilidade de envolvimento no escândalo de doping institucionalizado que causou a suspensão da Rússia.

A decisão do TAS, porém, abriu as portas para outros 15 russos citados no relatório McLaren, que originou o veto olímpico contra a Rússia.

"Embora a comissão de revisão dos convites levou em consideração a decisão do TAS, também constatou que as explicações completas que levaram a esta decisão não foram publicadas", explicou o COI, em nota.

"A comissão ressalta que seu papel não consiste em provar que houve doping, mas sim em confirmar que os atletas podem ser considerados como limpos e podem optar por receber um convite como Atletas Olímpicas da Rússia (OAR) para os Jogos Olímpicos de inverno 2018 de Pyeongchang", continuou o texto.

"A comissão recomendou por unanimidade ao COI que não desse convites para os Jogos (...) a essas 15 pessoas, solicitados pelo Comitê Olímpico Russo (ROC) (também) suspenso".

* AFP

 
A Notícia
Busca