Batalha pela liderança esquenta partida entre Figueirense e Chapecoense - Esportes - A Notícia

Versão mobile

 

Cara de final13/02/2018 | 09h17Atualizada em 13/02/2018 | 09h17

Batalha pela liderança esquenta partida entre Figueirense e Chapecoense

Líder e vice-líder se enfrentam no Orlando Scarpelli, em Florianópolis

Batalha pela liderança esquenta partida entre Figueirense e Chapecoense Marco Favero/Agencia RBS
Orlando Scarpelli será o palco do confronto com cara de final nesta quarta-feira Foto: Marco Favero / Agencia RBS
João Lucas Cardoso
João Lucas Cardoso

joao.lucas@somosnsc.com.br

Disputa em pontos corridos reserva pequenas "finais" ao longo da competição. O Campeonato Catarinense 2018 terá a primeira delas nesta quarta-feira. Líder e vice-líder, respectivamente, Figueirense e Chapecoense vão se enfrentar às 21h45min em duelo em que a dianteira está em jogo. No Orlando Scarpelli, a equipe mandante defende a ponta obtida por um ponto a mais. A Chape, por outro lado, vem em momento mais positivo, ainda que tenha sido eliminada da Libertadores no primeiro confronto da fase prévia há menos de uma semana.

O Figueirense é o único invicto na competição e tem o melhor ataque, mas tem sofrido nos últimos jogos. Das últimas três rodadas para cá, venceu o Joinville pelo placar mínimo, teve que fazer força para reagir e virar a partida contra o Inter de Lages e arrancou empate nos instantes finais diante do Hercílio Luz – as duas últimas partidas fora de casa.

Já a Chapecoense cresceu desde a saída do torneio continental, eliminada pelo Nacional. Em meio ao confronto com o time uruguaio, sofreu a única derrota na competição (1 a 0 para o Hercílio Luz, fora de casa), mas embalou com duas formações distintas nos duelos em meio aos dias de folia: os reservas viraram sobre o Tubarão e os titulares prevaleceram sobre o Brusque. Resultados que colocaram o Verdão na cola com o Figueira e fazem do confronto de quarta-feira uma pequena final.

FLORIANÓPOLIS,SC BRASIL, 17/01/2018.FUTEBOL:Figueirense X Criciúma se enfrentam pela primeira rodada do Campeonato Catarinense 2018. na foto Maikon Leite comemora o gol.
Maikon Leite é a arma pelo lado direito do ataque do FuracãoFoto: Leo Munhoz / Diário Catarinense

OLHO NELES
Maikon Leite - (29 anos, atacante)

Dois terços dos gols do Figueirense neste Campeonato Catarinense foram em jogadas pelo lado direito, justamente o setor em que atua o atacante. O primeiro gol da equipe alvinegra na competição foi dele, em lance por este flanco do gramado. Na última partida, ele saiu do banco de reservas para colocar a bola na área e André Luís arrancar o empate em 1 a 1 com o Hercílio Luz.

Wellington Paulista - (33 anos, centroavante)
Esperança de gols para a equipe, o centroavante “acordou” no último domingo. Ele fez dois gols na vitória sobre o Brusque. Tentos que fortaleceram o principal meio da Chape chegar ao fundo das redes neste Campeonato Catarinense: o jogo aéreo. O Verdão tem usado do expediente para conseguir os resultados até aqui. Cinco dos oito gols foram em finalizações de cabeça. Com ela o Verdão fez os gols das vitórias sobre o Concórdia (Amaral) e Joinville (Guilherme). No último domingo, WP9 fez de cabeça os dois no 2 a 0 ante o Brusque.

 Chapecó, Santa Catarina, Brasil, Arena Condá 31-01-2018. Chapecoense enfrenta o Nacional (Uru) pela Copa Libertadores da América 2018 .W. Paulista disputa bola com Arismendi.Foto Márcio Cunha.Indexador: MARCIO CUNHA/AGÿNCIA ESTADOFotógrafo: MARCIO CUNHA/AGÿNCIA ESTADO
WP9 é a esperança de gols em bolas aéreas na ChapeFoto: Márcio Cunha / Diário Catarinense

HORA DA ATENÇÃO
Figueirense

Deste Estadual, o Figueira é o time que mais faz gols nos instantes finais da partida. Dos 12 que a equipe tem na competição, sete foram assinalados a partir dos 30 minutos do segundo tempo. Nos últimos quatro jogos pela competição, o conjunto alvinegro usou dos últimos minutos. Sendo três preponderantes ao resultado: a vitória sobre o JEC, a virada em Lages e o empate arrancado em Tubarão.

Chapecoense
A Chapecoense diversifica mais a hora de chegar até o fundo do barbante. Uma equipe que após as sete rodadas demonstra que leva algum tempo para aquecer a mira ofensiva. O gol mais cedo até agora foi aos 30 minutos, o primeiro na vitória por 2 a 0 sobre o Brusque, no último domingo. Dos oito tentos assinalados até agora, seis foram nos 15 minutos finais do primeiro tempo e na primeira meia hora da etapa complementar.

Confira a tabela do Catarinense 2018
Leia mais notícias sobre o
Catarinense 2018

 
A Notícia
Busca