Avaí tem mistério como enredo no fim de semana de Carnaval - Esportes - A Notícia

Versão mobile

 

Catarinense 201810/02/2018 | 12h07Atualizada em 11/02/2018 | 14h49

Avaí tem mistério como enredo no fim de semana de Carnaval

Jogador anotou duas vezes na vitória que classificou o Leão para a segunda fase da Copa do Brasil

Avaí tem mistério como enredo no fim de semana de Carnaval Marco Favero/Diário Catarinense
Foto: Marco Favero / Diário Catarinense
DC Esportes
DC Esportes

O enredo do Avaí neste Carnaval é o mistério. A equipe pretende aproveitar o feriadão para trabalhar sem dar pistas da formação que vai encarar o Tubarão, em duelo das 16h de segunda-feira, na Ressacada. O principal treinamento, que vai encaminhar a equipe para o jogo que fecha a sétima rodada do Campeonato Catarinense 2018, será fechado — algo que o Leão tem adotado nas vésperas das partidas recentes.

Depois de eliminar o Ceilândia-DF, com vitória por 3 a 2, e avançar à segunda fase da Copa do Brasil, a equipe retomou os treinamentos na manhã de sexta-feira. Os atletas que atuaram fizeram atividades de recuperação física. A equipe treina também no sábado e no domingo, pela manhã, quando o técnico Claudinei Oliveira deve montar a escalação para a partida. Este treino será fechado e deixa a indagação de quem sairá jogando.

O certo é que André Moritz não estará em campo. O jogador cumpre suspensão pelo terceiro cartão amarelo. Tampouco o atacante Getúlio, também suspenso mas pela expulsão na vitória por 1 a 0 sobre o Criciúma, no domingo passado. Romulo deve ficar com posto no ataque. A expectativa para o posto no meio de campo é que o autor de dois gols no Distrito Federal, Luanzinho, atue no setor. O jogador é alternativa para o ataque e também para o miolo azurra.

— Não sei se vou jogar, vamos deixar com o professor Claudinei. Ele tem várias opções além de mim. Acho que as funções em que me colocou até hoje, me saio bem. Joguei na base em várias funções também. Onde me colocar, vou fazer minha parte. Tem várias opções e se me escolher, vou dar meu melhor para fazermos um bom jogo — disse o atleta de 17 anos, sexta-feira, em entrevista coletiva.

Outra dúvida é no setor defensivo. O treinador do Leão pode manter a zaga com Airton e Betão com Alemão na lateral direita. Ou voltar a utilizar Guga como lateral e a dupla de zagueiros voltar a ser formada por Alemão e Betão. O atacante Rafinha e o lateral Tiago Cametá seguem entregues ao departamento médico. 

O provável Leão para o jogo tem:  Kozlinski; Guga, Alemão, Betão e João Paulo; Judson, Luanzinho e Marquinhos; Maurinho, Romulo e Martinuccio. 

Leia mais sobre o Avaí
Veja a tabela completa do
Estadual
Leia mais notícias sobre o
Catarinense 2018

 
A Notícia
Busca