Atletas norte-coreanos rejeitam os celulares olímpicos - Esportes - A Notícia

Versão mobile

 

 

Seul09/02/2018 | 09h54

Atletas norte-coreanos rejeitam os celulares olímpicos

AFP
AFP

Os atletas norte-coreanos presentes nos Jogos de Inverno de Pyeongchang se negaram a aceitar os celulares que foram oferecidos a eles, segundo a imprensa local.

O Comitê Olímpico Internacional presenteou com um Galaxy Note 8, da sul-coreana Samsung, patrocinadora dos jogos, aos atletas e membros das delegações.

A princípio, os organizadores haviam dito que os esportistas norte-coreanos e iranianos não iam receber o presente em função das sanções da ONU ONU contra seus países.

Mas depois, o COI disse que os atletas em questão iriam receber durante o torneio e que depois pediriam o aparelho de volta, sem dar mais detalhes.

Mas a agência sul-coreana Yonhap afirmou que os norte-coreanos haviam rejeitado os telefones.

Um porta-voz do COI contactado pela AFP não confirmou a informação.

As autoridades iranianas, aborrecidas com a decisão ameaçaram na quinta-feira a Samsung com represálias comerciais.

Coincidência, ou não, a ameaça foi seguida de um anúncio do Comitê Olímpico Internacional (COI) que, ao contrário do que o comitê organizador dos Jogos de Pyeongchang tinha anunciado, todos os atletas que participarem da competição receberão um smartphone.

A Samsung Electronics doou quatro mil exemplares da "edição olímpica" de seu principal modelo para serem distribuídos entre atletas e integrantes do COI.

Quase todas as sanções da ONU contra o Irã estão suspensas graças à resolução 2231 do Conselho de Segurança, adotada em julho de 2015, no contexto da aprovação do acordo internacional sobre o programa nuclear iraniano.

* AFP

 
A Notícia
Busca