Vitor Belfort anuncia aposentadoria e despede do UFC com luta neste domingo - Esportes - A Notícia

Versão mobile

 

Saideira13/01/2018 | 10h00Atualizada em 13/01/2018 | 10h00

Vitor Belfort anuncia aposentadoria e despede do UFC com luta neste domingo

Ex-campeão diz que vai se aposentar após enfrentar Uriah Hall

Vitor Belfort anuncia aposentadoria e despede do UFC com luta neste domingo Janaina Moreira/Na Guarda
Vitor Belfort vai encerrar a carreira. Na foto, passando a vaselina antes de encarar Jacaré no UFC 198 Foto: Janaina Moreira / Na Guarda

Aos 40 anos e com 40 lutas no currículo, o brasileiro Vitor Belfort faz, neste domingo, o último combate do seu contrato com o UFC — e da carreira, segundo o próprio. O "The Phenom" está escalado para encarar o "Homem Ambulância" Uriah Hall no UFC Fight Night 124, em St. Louis, nos Estados Unidos.

Cabe a Belfort, maior nome deste card, fazer a penúltima luta da noite e tentar acabar com a imagem de ter sido um lutador diferente antes e depois do fim do TRT (terapia de reposição de testosterona). E se despedir com vitória, convenhamos, seria o ideal para quem escreveu o nome na história do MMA.

— Temos que saber a hora de começar e a hora de terminar. Está na hora. (...) Estou deixando o esporte num ponto que nunca esperava. Caras da minha era nunca esperavam estar lutando (agora), e eu estou saindo ainda relevante. Esta foi minha jornada, conquistei muitas coisas boas, mas quero fazer coisas grandes. Estou entrando na minha segunda jornada na vida, e estou feliz — disse Belfort ao podcast UFC Unfiltered.

Sem TRT 

De 2013 pra cá, quando ele enfileirou Michael Bisping, Luke Rockhold e Dan Handerson no mesmo ano, o desempenho caiu. De seis lutas, venceu duas: Nate Marquardt, junho de 2017, e Dan Henderson, de novo, novembro de 2015. Mas foi derrotado, todas as vezes por nocaute, por Chris Weidman, Ronaldo Jacaré, Gegard Mousasi e Kelvin Gastelum (esta virou "no contest" por conta do doping do rival).

Vitor Belfort não tem mais nada a provar, mas sabe que o público, ainda mais o brasileiro, espera um último  lampejo do fenômeno nesta despedida.

Card do UFC Fight Night

Jeremy Stephens x Doo Ho Choi
Uriah Hall x Vitor Belfort
Paige VanZant x Jessica-Rose Clark
Kamaru Usman x Emil Meek

Card preliminar — 21h

Darren Elkins x Michael Johnson
James Krause x Alex White
Matt Frevola x Marco Polo Reyes
Thiago Alves x Zak Cummings
Kalindra Faria x Jessica Eye
Talita Bernardo x Irene Aldana
Danielle Taylor x JJ Aldrich
Mads Burnell x Michael Santiago
Kyung Ho Kang x Guido Cannetti

Lutador nocauteia adversário e emociona o público ao citar a morte do filho como exemplo
Marina Rodriguez fecha 2017 com duas vitórias em menos de 15 dias e projeta lutar fora do país


 
A Notícia
Busca