Roberto Mancini se oferece para comandar seleção da Itália - Esportes - A Notícia

Versão mobile

 

Milão09/01/2018 | 17h31

Roberto Mancini se oferece para comandar seleção da Itália

AFP
AFP

O técnico italiano Roberto Mancini, atual treinador do Zenit, se mostrou preparado para assumir o cargo de técnico da seleção da Itália, vazio desde a não classificação da Azzurra para a Copa do Mundo da Rússia.

Mancini, de 53 anos, coloca seu nome ao lado de potenciais candidatos a substituir Giampiero Ventura. Os outros nomes veiculados para comandar o país são os compatriotas Antonio Conte (Chelsea) e Carlo Ancelotti (ex-Bayern de Munique).

Ventura estava no comando durante as eliminatórias para o Mundial de 2018, mas a tetracampeã foi eliminada pela Suécia na repescagem. Vai ser a primeira vez em 60 anos que a Itália fica de fora da Copa do Mundo.

"Não descarto o cargo de treinador, como muitos de meus companheiros, imagino", acrescentou o ex-treinador de Inter de Milão e Manchester City.

Ex-comandante de Real Madrid e PSG, Carlo Ancelotti afirmou que preferia voltar a treinar um clube. Conte já dirigiu a seleção entre 2014 e 2016.

A Federação Italiana (FIGC) votou nesta segunda-feira o orçamento para 2018, com previsão de 5 milhões de euros para pagar o futuro treinador, segundo a imprensa do país.

Por outro lado, a FIGC vai precisar escolher um novo presidente antes de definir o técnico. A eleição presidencial está prevista para o dia 29 de janeiro.

* AFP

 
A Notícia
Busca