"Fiquei sete meses de férias" na China, diz Tevez - Esportes - A Notícia

Versão mobile

 

Buenos Aires16/01/2018 | 14h00

"Fiquei sete meses de férias" na China, diz Tevez

AFP
AFP

O atacante argentino Carlos Tevez reconheceu que esteve esteve "sete meses de férias" no Shanghai Shenhua, clube que defendeu em 2017 com contrato de 40 milhões de dólares por temporada.

"Estava bem, porque fiquei sete meses de férias", respondeu Tevez com um sorriso em entrevista ao canal esportivo TyC, ao se referir às críticas dos dirigentes do clube chinês.

Tevez, de 33 anos e recém reincorporado pelo Boca Juniors, disse que o questionamento do Shanghai Shenhua "é o resultado que alguém precisava pagar por não estar à altura".

Com passagens por Manchester United e Juventus, o atacante foi ao gigante asiático com um dos contratos mais caros do futebol. Mas nos primeiros dias de janeiro, o jogador decidiu voltar à Argentina.

Diante do comentário dos jornalistas de que o descontentamento de jogar na China era visível, Tevez admitiu que "era a verdade, meu rosto dizia tudo".

"Era fácil para mim ficar na China, tranquilo e estar em um lugar privilegiado. Camisa 10, capitão, ídolo do clube... O que iriam me dizer se jogava mal ou não jogava porque estava lesionado? Diriam que Tevez está mal e nada mais", acrescentou.

O jogador deixou a entender que o retorno à Buenos Aires foi por decisão própria: "Quando assinei contrato com Shanghai, coloquei uma cláusula para voltar. Sempre tive isso dentro de mim, sempre quis estar de volta ao clube. Vou me aposentar com a camiseta do Boca", afirmou.

Com a camisa xeneize, Tevez vai disputar a Libertadores e o clássico contra o River Plate pela Supercopa argentina, em março.

A maior dúvida de Tevez é com a seleção, com a qual não obteve nenhum título. A única conquista com a Argentina foi a medalha de ouro nas Olimpíadas de Atenas-2004, quando foi artilheiro do torneio com oito gols, inclusive na vitória por 1 a 0 na final contra o Paraguai.

* AFP

 
A Notícia
Busca