City é clube financeiramente mais poderoso do mundo, afirma estudo - Esportes - A Notícia

Versão mobile

 

Londres04/01/2018 | 14h10

City é clube financeiramente mais poderoso do mundo, afirma estudo

AFP
AFP

O Manchester City, líder da Premier League, é o clube financeiramente mais poderoso do mundo, à frente do Paris Saint-Germain, 3º colocado de uma lista dominada por clubes ingleses, segundo o estudo "Soccerex Football Finance 100" publicado nesta quinta-feira.

Atrás do City, comprado em 2008 pelo grupo Abu Dhabi United Group, o Arsenal é o segundo colocado, enquanto o Tottenham é o 5º, o Manchester United é o 7º e o Chelsea é o 9º do ranking, que leva em conta os ativos esportivos, o dinheiro em caixa, o investimento potencial dos donos e a dívida de cada clube.

"O segundo lugar do Arsenal na classificação, à frente do PSG, pode ser surpreendente e certamente pode ser objeto de debate diante das críticas (...) pela falta de gastos do clube no mercado de transferência", explica o estudo, que elogia o "plano de business sólido" dos Gunners, muito graças ao estádio Emirates Stadium.

O primeiro clube fora do Reino Unido na lista é o Paris Saint-Germain, 3º, enquanto o clube chinês Guangzhou Evergrande aparece na surpreendente 4ª posição. A presença de um clube chinês à frente do atual bicampeão europeu Real Madrid, 5º, reflete "as mudanças na paisagem mundial do futebol nos últimos 20 anos", segundo o diretor de marketing do Soccerex, David Wright.

Nove clubes da Super League chinesa fazem parte do Top 100, mais que França, Alemanha e Itália.

O Brasil está bem representado na parte de baixo do ranking com 11 clubes. O Atlético Paranaense é o melhor ranqueado, aparecendo na 61ª posição, à frente de Internacional (63º), Corinthians (71º), São Paulo (84º), Cruzeiro (85º), Palmeiras (87º), Fluminense (92º), Flamengo (94º), Grêmio (95º), Atlético Mineiro (96º) e Santos (98º).

* AFP

 
A Notícia
Busca