Árbitro admite erro que beneficiou Suíça na repescagem para Copa - Esportes - A Notícia

Versão mobile

 

Bucareste11/01/2018 | 16h25

Árbitro admite erro que beneficiou Suíça na repescagem para Copa

AFP
AFP

O árbitro romeno Ovidiu Hategan, que apitou a partida de ida da repescagem europeia para a Copa do Mundo da Rússia-2018 entre Irlanda do Norte e Suíça, admitiu nesta quinta-feira ter cometido "um erro" ao marcar um pênalti para os helvéticos, que ficaram com a vaga na Copa.

"Foi um momento triste e nada agradável para mim. Triste porque cometi este erro e doloroso porque meus companheiros (da equipe de arbitragem) e eu vínhamos fazendo boas apresentações", afirmou Hategan a uma emissora romena.

Eleito melhor árbitro de 2017 pela Federação Romena, Hategan marcou aos 12 minutos do segundo tempo um pênalti para a Suíça por uma mão na bola imaginária do norte-irlandês Corry Evans.

O pênalti foi convertido pelo suíço Ricardo Rodríguez e deu a vitória por 1 a 0 para a Suíça em Belfast.

Michael O'Neill, técnico da Irlanda do Norte, não escondeu sua frustração ao fim da partida: "Como o árbitro marca um pênalti desses? Corry se vira e a bola bate nas costas. Todo mundo achou que o árbitro tinha marcado impedimento e não podíamos acreditar que foi pênalti".

Na partida de volta, as duas equipes empataram em 0 a 0, na Basileia, e a vaga ficou com os suíços pelo gol marcado na ida.

Após o erro grosseiro, Hategan não foi relacionado para apitar na Copa do Mundo da Rússia (14 de junho-15 de julho).

* AFP

 
A Notícia
Busca