Três jogadores de clube espanhol presos acusados de agressão sexual - Esportes - A Notícia

Versão mobile

Madri13/12/2017 | 17h37

Três jogadores de clube espanhol presos acusados de agressão sexual

AFP
AFP

Uma juíza ordenou nesta quarta-feira (13) a prisão preventiva de três jogadores do Arandina, clube da terceira divisão espanhola, que já anunciou a expulsão dos acusados, por suposto crime de agressão sexual contra uma menor.

A magistrada tomou essa decisão após os atacantes Carlos Cuadrado 'Lucho' e Raúl Calvo e o goleiro Víctor Rodríguez Ramos 'Viti', com idades entre 19 a 24 anos, prestarem depoimento, segundo o Tribunal Superior de Justiça de Castela e Leão (TSJCL).

"Serão investigados por agressão sexual contra uma menor com idade inferior a 16 anos", afirma o comunicado do TSJCL, segundo o qual a vítima também prestou depoimento.

Os jogadores foram detidos na última terça-feira, após denúncia feita pela mãe da menor, a qual supostamente os três abusaram no apartamento que dividem na localidade de Aranda de Duero.

De acordo com a imprensa espanhola, os detidos teriam proposto à vítima que tivesse relações sexuais com eles e, diante de sua recusa, ela teria sido sexualmente agredida.

"Diante da gravidade das acusações judiciais aos jogadores da Arandina (Lucho, Viti e Calvo), o clube comunica que eles estão expulsos de forma imediata e definitiva da Arandina", afirmou o clube em comunicado.

A Arandina ressaltou a sua "máxima oposição e repulsa a qualquer ato de violência de tipo sexual, se colocando à disposição da família da menor para tudo o que necessitarem".

* AFP

A Notícia
Busca