Argentina pede prisão de jogador por abuso sexual de afilhada de 11 anos - Esportes - A Notícia

Versão mobile

Buenos Aires04/12/2017 | 17h42

Argentina pede prisão de jogador por abuso sexual de afilhada de 11 anos

AFP
AFP

A justiça argentina pediu nesta segunda-feira à Interpol a prisão do jogador argentino nacionalizado paraguaio Jonathan Fabbro, que defende o Lobos BUAP, do México, por abuso sexual de sua afilhada de 11 anos entre 2012 e 2016, informou o advogado da acusação.

"Foi enviada uma ordem de captura internacional. A menina neste momento está contida e com acompanhamento terapêutico. Ela sofreu um trauma", declarou o advogado Gastón Marano à emissora C5N.

Fabrro, que namora a celebridade paraguaia Larissa Riquelme, nasceu na Argentina há 35 anos e se nacionalizou paraguaio, jogando pela seleção do novo país. Na Argentina, jogou no Boca Juniors e no River Plate.

O volante atuou também no Once Caldas, da Colômbia, no Guaraní e no Cerro Porteño, do Paraguai, e no Atlético Mineiro.

"A intenção do pedido de prisão internacional é para evitar qualquer possibilidade de fuga. É uma pessoa com recursos e poderia fugir. A causa foi iniciada em abril deste ano. Ele responde por outra denúncia no Paraguai por este tipo de feito", concluiu Marano.

* AFP

A Notícia
Busca