Homenagens marcam um ano da tragédia com a Chapecoense - Esportes - A Notícia

Versão mobile

#prasemprechape28/11/2017 | 11h06Atualizada em 28/11/2017 | 18h52

Homenagens marcam um ano da tragédia com a Chapecoense

Em Chapecó e na cidade de La Unión, na Colômbia, local do acidente, haverá missas e celebrações às vítimas

Homenagens marcam um ano da tragédia com a Chapecoense Reprodução YouTube / Diário Catarinense/Diário Catarinense
Foto: Reprodução YouTube / Diário Catarinense / Diário Catarinense
DC Esportes
DC Esportes

O momento mais triste da história da Chapecoense completa um ano nesta quarta-feira. E para lembrar os 71 mortos no acidente diversas homenagens serão realizadas em Santa Catarina e também na Colômbia. A cidade de La Unión, local da queda do avião, será palco de homenagem às vítimas do acidente nesta terça. A programação inicia às 11h (13h no horário de Brasília), no município de 20 mil habitantes. Haverá missa no morro da tragédia, homenagens da Força Aérea Colombiana e Noite da Luz no parque da cidade.

O primeiro evento será a inauguração de um monumento do Atlético Nacional em memória às vitimas do acidente envolvendo o voo 2933. Uma missa campal no morro Cerro Chapecoense, local da tragédia, está marcada para as 13h. Uma hora depois, no mesmo local, a Força Aérea Colombiana homenageará as vítimas do voo e também fará a exposição da padroeira dos aviadores, Nossa Senhora de Loreto. À noite, às 21h (horário local), o principal parque da cidade terá ritual de luz e concerto sinfônico.

Nesta terça também haverá uma celebração em Chapecó. À meia-noite uma procissão luminosa sairá da Arena Condá até a Catedral Santo Antônio. À 1h15min, horário do acidente, soará o sino da Catedral. Depois inicia a vigília eucarística até o horário da missa, às 18h30 de quarta-feira. 

Já o clube não fará nenhuma celebração. Em carta divulgada no site da Chape, a diretoria informa que a Ala Leste da Arena Condá estará aberta e haverá uma capela para orações. No corredor de acesso aos vestiários serão colocadas imagens das conquistas do grupo com a camisa do Verdão. 

Na tragédia ocorrida em 29 de novembro de 2016, 71 pessoas morreram, entre jogadores, comissão técnica, dirigentes, jornalistas e convidados. 

Leia mais

Recuperar, recomeçar e renovar: Neto e Chapecoense travam luta diária 

As marcas de quem sobreviveu a tragédia com a Chapecoense 

Ex-senador da Venezuela nega ser proprietário da LaMia 

Áudios divulgados na imprensa boliviana sugerem que família venezuelana dirigia a LaMia 

"Tudo ainda lembra muito eles", diz Nenén, jogador na Chape

Leia outras informações sobre a Chapecoense

A Notícia
Busca