Flamengo, Junior, Libertad e Independiente: últimas batalhas para final da Sul-americana - Esportes - A Notícia

Versão mobile

Montevidéu27/11/2017 | 15h32

Flamengo, Junior, Libertad e Independiente: últimas batalhas para final da Sul-americana

AFP
AFP

Vencedores dos jogos de ida com pequena vantagem, Libertad e Flamengo encaram as partidas de volta contra Independiente e Junior Baranquilla, respectivamente, de olho na classificação para a final da Copa Sul-americana 2017.

O Rubro-Negro venceu a partida no Maracanã por 2 a 1, mas vai para o duelo continental pressionado pela derrota para o Santos no Brasileirão. O goleiro Muralha falhou nos dois gols sofridos pelo time e está muito questionado pela torcida.

A Copa Sul-americana é a aposta final do Urubu, que atravessou ano irregular apesar das contratações bombásticas e de expectativa de títulos. No entanto, o Flamengo acumulou decepções no ano com a eliminação precoce na Libertadores, o vice-campeonato da Copa do Brasil e apenas a sexta colocação do campeonato brasileiro.

O Rubro-Negro conquistou apenas o campeonato carioca. A conquista do torneio seria a salvação do ano e o trampolim para a Copa Libertadores da próxima temporada.

"Vamos buscar um time mais agressivo na quinta-feira, em Barranquilla, tanto para rodar a bola como na recuperação. Temos que melhorar a finalização, mas já melhoramos bastante", garantiu o técnico colombiano Reinaldo Rueda.

O comandante não vai poder contar com o zagueiro Réver e o colombiano Orlando Berrío. Mas a ausência mais lamentada é a do atacante peruano Paolo Guerrero, suspenso por ser pego no exame antidoping durante a eliminatória sul-americana para a Copa do mundo.

Do outro lado, o Junior quer aproveitar o calor da cidade de Barranquilla para virar a semifinal. Mas o time colombiano não se baseia apenas no fator casa e quer aproveitar a dupla de ataque formada por Teófilo Gutiérrez e Yimi Chará.

- Libertad x Independiente -

Já o Libertad venceu o Independiente por 1 a 0 e viaja para a Argentina para tentar confirmar a vantagem. O técnico do time paraguaio reconheceu que o rival é muito perigoso e que complicou o jogo de ida no estádio Defensores del Chaco. Não fosse a atuação do goleiro uruguaio Rodrigo Muñoz, os visitantes poderiam ter marcado gols fora de casa.

Os paraguaios vão à Buenos Aires sem os atacantes Óscar 'Tacuara' Cardozo e Antonio Bareiro, o primeiro expulso no jogo de ida e o segundo suspenso por uma partida por acúmulo de cartões amarelos.

Apesar da derrota, o Independiente está confiante para reverter o resultado, sobretudo depois de vencer o rival Racing Clube no clássico de Avellanada por 1 a 0, no sábado, pela Superliga Argentina.

"É certo que o resultado atrapalha, mas a eliminatória está totalmente aberta. Em Avellaneda será outro jogo, outro contexto", garantiu o técnico do time argentino Ariel Holan.

Os jogos da final serão disputados nos dias 6 e 13 de dezembro. O campeão da Sul-americana ganha uma vaga na fase de grupos da Libertadores de 2018 e disputa a Recopa Sul-americana contra o campeão da Libertadores 2017.

-- Programação dos jogos de volta das semifinais na Copa Sul-americana, pelo horário de Brasília:

- Terça-feira:

Em Buenos Aires (22:15h): Independiente (ARG) - Libertad (PAR) (0-1)

- Quinta-feira:

Em Barranquilla (22:30h): Junior (COL) - Flamengo (BRA) (1-2)

* AFP

A Notícia
Busca