Cannavaro deixa Tianjin e pode substituir Felipão no Guangzhou - Esportes - A Notícia

Versão mobile

Xangai06/11/2017 | 11h47

Cannavaro deixa Tianjin e pode substituir Felipão no Guangzhou

AFP
AFP

Dois dias depois de garantir a vaga do Tianjin Quanjian na repescagem da Liga dos Campeões asiáticos, o italiano Fabio Cannavaro renunciou como treinador do time nesta segunda-feira, reforçando os rumores de eventual transferência para o lugar de Luis Felipe Scolari no Guangzhou Evergrande.

Cannavaro levou a equipe ao terceiro lugar do campeonato chinês e vai ser substituído pelo português Paulo Sousa, indicou o Tianjin Quanjian. Segundo o clube, a saída acontece após "conversas amistosas".

No sábado, Felipão se despediu dos torcedores do Guangzhou Evergrande no gramado.

"Obrigado ao Guangzhou Evergrande por ter permitido que viesse à China e a Guangzhou, onde passei dois anos e meio muito agradáveis", declarou o ex-técnico do Brasil e de Portugal.

Scolari, de 68 anos, estava suspenso e não ficou no banco de reservas. Mas ele desceu ao gramado do Tianhe Stadium após a partida da última rodada da 'Super League' para compartilhar a alegria com seus jogadores, que receberam o troféu de campeão.

"Agradeço do fundo do meu coração a estes jovens que tenho diante de mim", disse Felipão a respeito dos jogadores.

A imprensa informou que Scolari decidiu não renovar seu contrato, mas o clube não confirmou a notícia oficialmente. Cannavaro é um dos candidatos a assumirem seu lugar, assim como o também italiano Carlo Ancelotti e o alemão Thomas Tuchel.

* AFP

A Notícia
Busca