Real Madrid inicia caminhada pelo tricampeonato inédito da Liga dos Campeões - Esportes - A Notícia

Versão mobile

Madri12/09/2017 | 12h13

Real Madrid inicia caminhada pelo tricampeonato inédito da Liga dos Campeões

AFP
AFP

Depois do inédito bicampeonato consecutivo da Liga dos Campeões moderna, o Real Madrid inicia a briga para quebrar mais recordes e conquistar o terceiro troféu seguido da competição mais prestigiosa da Europa, nesta quarta-feira, contra o modesto Apoel cipriota.

No entanto, os merengues começaram a ser questionados por conta dos últimos dois empates na Liga espanhola.

"Não estamos preocupados. Sabemos que não podemos estar contentes com o resultado, mas isso é o futebol", avaliou o técnico francês Zinedine Zidane, especialmente depois da partida em 1 a 1 contra o recém ascendido Levante.

"É preciso tentar jogar bem amanhã", acrescentou o comandante.

O Real parece ter sentido a falta do atacante português Cristiano Ronaldo, que cumpre uma longa suspensão no campeonato espanhol após empurrar o árbitro na decisão da Supercopa da Espanha, mas que vai poder ir ao campo do Santiago Bernabéu na Liga dos Campeões.

"É um alívio. Estamos contentes (em tê-lo). Vai jogar amanhã", garantiu Zidane.

- Sem Benzema -

O retorno de Ronaldo, artilheiro absoluto da última edição da competição, vai compensar o desfalque do francês Karim Benzema. O atacante sentiu lesão muscular e vai ficar de fora da equipe por pelo menos quatro semanas.

Diante disso, Zidane pode colocar o galês Gareth Bale ao lado de CR7 e Isco, replicando o esquema da final da última Champions contra a Juventus. A variação funcionou e o Real se sagrou campeão após goleada por 4 a 1 sobre os italianos.

Outra opção seria colocar o português jogando pelos lados, apoiado por Bale e Marco Asensio. O jovem atacante espanhol é o artilheiro da equipe nesta temporada, com quatro gols.

Os merengues sonham com o tricampeonato consecutivo. Para começar bem a caminhada ao feito inédito, Zidane vai com força total para conquistar a vitória e aumentar a confiança do time.

O treinador também tem dúvidas na defesa, já que Varane ainda está com problemas musculares. O zagueiro francês poderia ir a campo, mas ainda não está nas melhores condições. A zaga deve ser formada com Nacho ao lado de Sergio Ramos.

O Real está consciente que encara o rival mais frágil do grupo H, que conta ainda com Borussia Dortmund e Tottenham, um dos mais equilibrados da competição.

- "11 contra 11" -

Real Madrid e Apoel já se enfrentaram duas vezes. Foi nas quartas de final da Liga dos Campeões de 2012, quando o clube espanhol se impôs e venceu o agregado dos dois jogos por 8 a 2.

Apesar de admitirem que não são favoritos, o time cipriota não quer descartar uma surpresa.

"Além de Cristiano, que é um dos melhores do mundo, o Real Madrid tem um time formidável", comentou o atacante brasileiro Igor de Camargo. Ainda assim, lembrou que "não se pode esquecer que serão 11 contra 11".

"Faremos um bom jogo", acrescentou o artilheiro do time, comandado pelo treinador grego Georgios Donis. A equipe chegou à fase de grupos depois de superar a preliminar da Champions.

O time estreou com vitória por 4 a 1 contra o Nea Salamina no campeonato local, implementando um esquema ousado e muito ofensivo. Mas Donis já admitiu que "em Madrid não seremos capazes de ter muito a bola, então vamos pensar como jogar melhor defensivamente".

- Prováveis escalações:

Real Madrid: Keylor Navas - Carvajal, Varane (o Nacho), Sergio Ramos, Marcelo - Modric, Casemiro, Kroos, Isco - Bale, Cristiano.

Técnico: Zinedine Zidane (FRA)

Apoel Nicosia: Waterman - Milanov, Rueda, Carlao, Lago - Vinicius, Morais - Bertoglio, Ebecilio, Aloneftis - De Camargo.

Técnico: Georgios Donis (GRE)

Árbitro: Benoît Bastien (FRA)

* AFP

A Notícia
Busca