Presidente da Fifa: "Vamos até o fim com a vídeo-arbitragem" - Esportes - A Notícia

Versão mobile

Paris19/09/2017 | 12h03

Presidente da Fifa: "Vamos até o fim com a vídeo-arbitragem"

AFP
AFP

"Quando se faz algo, é preciso ir até o final", declarou nesta terça-feira o presidente da Fifa, Gianni Infantino, sobre a arbitragem de vídeo, avaliando que os testes são positivos apesar dos pequenos problemas.

"Estamos fazendo testes. Inclusive existem pequenas coisas para ajustar aqui e ali, mas acho que o resultado global é muito positivo. No final das contas, o vídeo permite o árbitro corrigir erros", explicou o mandatário.

"Dizem que o vídeo pode ver tudo, corrigir tudo, mas nos esquecemos que nós (telespectadores) assistimos pela televisão e podemos ter três interpretações diferentes sobre a mesma ação. Esse não é o objetivo do vídeo, o objetivo é corrigir os grandes erros para que a Copa do Mundo não seja decidida num erro de arbitragem", acrescentou Infantino.

"Foi visto em todos os lugares onde testamos o vídeo. Tirando pequenos problemas aqui e ali, nenhuma decisão do árbitro foi mudada para se tornar uma decisão ruim. Pelo contrário. Algumas decisões ruins, sete na Copa das Confederações, foram mudadas. Isso ajuda o árbitro e a gente", detalhou o patrão da Fifa.

Ainda assim, Gianni Infantino reconhece que ainda é preciso fazer esforços para melhorar a comunicação.

"Nesse aspecto, não fomos muito bons. Mas estamos testando com boa vontade. Há 50 anos falávamos disso e era preciso alguém para testar", indicou.

Uma decisão para a utilização ou não do VAR (vídeo-arbitragem) na Copa do Mundo de 2018 vai ser tomada em março.

* AFP

A Notícia
Busca
clicRBS
Nova busca - outros