McLaren troca fornecedora de motor Honda por Renault em 2018 - Esportes - A Notícia

Versão mobile

Singapura15/09/2017 | 13h34

McLaren troca fornecedora de motor Honda por Renault em 2018

AFP
AFP

A escuderia britânica McLaren irá se separar na próxima temporada da fornecedora de motores japonesa Honda, iniciando uma parceria com a francesa Renault até 2020, anunciou nesta sexta-feira as partes interessadas.

Ao mesmo tempo, a Renault anunciou que encerrará vínculo com a italiana Toro Rosso, que trabalhará a partir da próxima temporada com a Honda.

"Trata-se de uma decisão estratégica para a Renault Sport Racing", declarou o presidente da empresa, Jérôme Stoll.

"É a primeira vez que vamos trabalhar com a McLaren e estamos orgulhosos de ter chegado a um acordo com uma estrutura que possui uma história tão grande na Fórmula 1", completou.

Honda e McLaren, associados desde 2015, afirmaram em comunicado conjunto a "decisão mútua" de romper o contrato que ia até 2023.

O divórcio não é uma surpresa, tendo em vista os resultados pouco convincentes, principalmente nesta temporada, na qual problemas no motor têm sido habituais na escuderia britânica.

A mudança da Honda para a Renault poderia convencer o piloto bicampeão do mundo Fernando Alonso, insatisfeito com seu carro, a seguir na McLaren.

* AFP

A Notícia
Busca