Ex-técnico do JEC cobra do clube indenização milionária na Justiça - Esportes - A Notícia

Vers?o mobile

 

Futebol26/09/2017 | 00h26Atualizada em 26/09/2017 | 00h26

Ex-técnico do JEC cobra do clube indenização milionária na Justiça

Primeira audiência aconteceu nesta segunda-feira, na 1ª Vara do Trabalho de Joinville

Ex-técnico do JEC cobra do clube indenização milionária na Justiça DELAMONICA/FUTURA PRESS,ESTADÃO CONTEÚDO
Foto: DELAMONICA / FUTURA PRESS,ESTADÃO CONTEÚDO

A 1ª Vara do Trabalho de Joinville foi sede da primeira audiência trabalhista entre o técnico Adilson Batista e o JEC. Adilson comandou o Tricolor em 2015, durante dez partidas da Série A – conseguiu duas vitórias, dois empates e seis derrotas. Neste encontro, Adilson pediu indenização pelo pagamento de multa rescisória, férias, 13º salário e direitos de imagem. O montante totaliza uma indenização de R$ 1 milhão.

Leia as últimas notas de Elton Carvalho
Confira as últimas notícias do esporte  

Adilson recebia R$ 170 mil por mês do Joinville. No entanto, a defesa do clube alega que não havia contrato, pois Adilson era contratado como pessoa jurídica. E é em razão deste motivo que o Tricolor garante não haver nenhum débito pendente.

Sem acordo, uma nova audiência está marcada para março de 2019. Adilson Batista permaneceu como técnico do JEC durante 50 dias. Na ocasião, foi contratado para o lugar de Hemerson Maria pelo então presidente Nereu Martinelli.



 
A Notícia
Busca