Revelado pelo Inter, lateral do Criciúma pede atenção e respeito - Esportes - A Notícia

Versão mobile

Para colar no G-406/07/2017 | 19h28Atualizada em 06/07/2017 | 20h17

Revelado pelo Inter, lateral do Criciúma pede atenção e respeito

Diogo Mateus diz que é preciso errar pouco para vencer o Colorado

Revelado pelo Inter, lateral do Criciúma pede atenção e respeito Fernando Ribeiro/Criciúma
Diogo Mateus (E) acredita que o Tigre tem condições de surpreender o Inter e vencer no Beira-Rio Foto: Fernando Ribeiro / Criciúma

No penúltimo treino da semana, antes de encarar o Inter no sábado, às 16h30min, o Criciúma ajustou o posicionamento e a bola parada na tarde desta quinta-feira. O grupo sabe da importância de buscar a segunda vitória fora de casa pela Série B do Brasileirão, o que pode deixar o time colado no G-4. 

O lateral-direito Diogo Mateus, alçado ao profissional pelo clube de Porto Alegre, conhece muito bem o Beira-Rio. Ele espera um jogo difícil, mas diz que o Criciúma tem todas as condições de conquistar os três pontos. 

— Um dos jogos mais difíceis sim, por se tratar do Internacional, um grande adversário, um clube que tem uma história indiscutível no futebol. Nós temos que ter muita atenção, muito respeito, saber que podemos chegar lá e fazer um grande jogo, mas com muita cautela, errar pouco. Qualquer brecha e eles têm jogadores de muita qualidade que, com uma chance ou outra, não desperdiçam. Temos que ter atenção e respeito, sabendo das nossas condições, nossa qualidade, chegar lá e fazer um bom jogo — analisa o jogador.

O lateral ficou seis anos no clube gaúcho. Foi por lá que começou a carreira profissional, ao lado do técnico Abel Braga. Encarar figuras como D'Alessandro, Nico Lopes e Pottker, que costumam jogar pelo setor defendido por ele, não vai ser tarefa fácil. No entanto, Diogo Mateus mantém a mesma preparação. O time do técnico Luiz Carlos Winck, outro nome revelado pelo Inter, aproveitou a semana para se preparar e focar na partida.

— Eu procuro, independente do adversário, me preparar da mesma forma. Muito foco, muita humildade, respeitando todo mudo. É muito fácil respeitar um clube como o Internacional, grande, de Série A, você fica preocupado, tem grandes jogadores. Mas, às vezes, você é surpreendido com as equipes teoricamente menores. Não pode existir isso. Time em cima ou na parte debaixo na tabela, tem que sempre estar focado, encarar como uma final todos os jogos. Às vezes se perde pontos com equipes consideradas menores, e faz toda diferença lá na frente — explica.

Há seis jogos sem perder, o Criciúma vem de um empate sem gols fora de casa, contra o Vila Nova, depois de uma sequência de três vitórias. Diogo Mateus fala em equilíbrio nas apresentações dentro e fora do Heriberto Hülse, e da distância entre os dois extremos da tabela, já que o campeonato ainda está na metade do primeiro turno.

— O momento é bom, viemos fazendo um bom trabalho, melhoramos depois de um começo muito difícil, mas não tem nada ganho. Nós estamos muito perto do G-4, mas também do Z-4. Então é realmente continuar trabalhando jogo a jogo, pensar a estratégia de cada jogo para continuar somando pontos. Qualidade nós temos, mas é um campeonato que exige realmente muita cautela, muito cuidado, tem que ter um equilíbrio, saber do seu potencial e continuar respeitando todo mundo — pondera.

Saiba mais:
Criciúma tem mais dois treinos antes de encarar o Inter fora de casa
Luiz reconhece pressão do Inter, mas diz que Tigre fará próprio jogo
Goleiro do Criciúma, Luiz brinca com visual similar de companheiro Lucão: "Semelhança com coisa nenhuma"
Acesse a tabela da Série B



 
 
A Notícia
Busca
clicRBS
Nova busca - outros