"Resultado foi injusto", lamenta Eutrópio, técnico da Chapecoense - Esportes - A Notícia

Versão mobile

Série A19/07/2017 | 22h19Atualizada em 19/07/2017 | 22h32

"Resultado foi injusto", lamenta Eutrópio, técnico da Chapecoense

Time catarinense perdeu por 1 a 0 para o Santos na Vila Belmiro

"Resultado foi injusto", lamenta Eutrópio, técnico da Chapecoense Sirli Freitas/Chapecoense
Eutrópio ressaltou que as melhores oportunidades foram da Chapecoense Foto: Sirli Freitas / Chapecoense
DC Esportes
DC Esportes

A boa atuação na Vila Belmiro agradou o técnico Vinícius Eutrópio. A Chapecoense foi melhor no jogo em muitos momentos, teve chances de marcar e o goleiro Jandrei fez grandes defesas. Ele só não conseguiu evitar o gol de Vecchio, o da vitória do Peixe por 1 a 0 na noite desta quarta-feira em partida válida pela 15ª rodada da Série A do Brasileirão. Para o treinador do Verdão, o resultado foi injusto. 

— Criamos as melhores oportunidades e prova disso é que o goleiro Vanderlei estava sendo aplaudido até agora. Fizemos um bom jogo no domingo passado, fizemos esse agora, é uma maratona, mostramos que queremos mais no campeonato — avaliou o técnico. 

Eutrópio destacou a forma como o time se portou em campo. Destacou que a Chape criou oportunidades para marcar e que a única bola que passou por Vanderlei foi na trave. 

— A gente vai ficar batendo nisso, porque o resultado foi injusto. Estamos chateados com o placar e esperançosos de que equipe mantenha essa consistência no restante do campeonato — disse. 

A Chapecoense busca a recuperação no campeonato diante do Vitória, sábado, às 16h, no Barradão. Para esse jogo, Eutrópio poderá contar com o retorno de Andrei Geriotto e Reinaldo, que estavam suspensos. No jogo desta quarta, o técnico optou por manter no banco de reservas Wellington Paulista, que vem de lesão, e Túlio de Melo. O ataque titular formado por Seijas e Arthur não funcionou na Vila Belmiro. 

— Não temos tempo de trabalhar finalizações. Vamos continuar o trabalho pois os jogadores têm qualidade, são grandes jogadores e artilheiros. Temos chegado com os dois volantes. Hoje nós jogamos contra um grande goleiro, não à toa Taffarel (preparador de goleiros da Seleção Brasileira) estava na torcida — resumiu.

Leia mais notícias sobre a Chapecoense 
Confira a tabela da Série A do Brasileirão

A Notícia
Busca
clicRBS
Nova busca - outros