Precavida, diretoria do Criciúma diz estar "preparada" caso o Inter procure Luiz Carlos Winck - Esportes - A Notícia

Versão mobile

Futuro24/07/2017 | 16h38Atualizada em 24/07/2017 | 16h38

Precavida, diretoria do Criciúma diz estar "preparada" caso o Inter procure Luiz Carlos Winck

Clube diz não ter sido procurado pelo Inter, mas não nega especulação

Precavida, diretoria do Criciúma diz estar "preparada" caso o Inter procure Luiz Carlos Winck Guilherme Hahn/Especial
Foto: Guilherme Hahn / Especial

A semana começou com especulações sobre o técnico do Criciúma, Luiz Carlos Winck. A imprensa do Rio Grande do Sul diz que ele é um dos nomes cotados para assumir o Inter, hoje comandado por Guto Ferreira, pressionado no cargo. Na tarde desta segunda-feira, o diretor executivo de futebol do Tigre, Edson Gaúcho, concedeu entrevista no Centro de Treinamento. Ele disse que, até o momento, não há nenhuma negociação em aberto, mas que o Criciúma precisa estar preparado para tudo.

— O Inter não procurou o Criciúma nem o Luiz, acabei de conversar com ele. Há especulações, não podemos negar, são fortes. E aonde há especulação pode ter uma verdade, mas até agora não foi procurado. Futebol é assim, o que é uma verdade hoje é uma mentira amanhã. Desde que ele chegou aqui, está fazendo um excelente trabalho. Tem o lado de ter jogado no Inter, mas não quer dizer que vá. O pensamento dele é ficar no clube, mas pode chegar uma proposta irrecusável e ele sair. Estamos preparados para tudo — explicou o dirigente.

Desde que chegou ao Criciúma, dia 31 de maio, o treinador tirou o time da zona do rebaixamento e chegou a ter uma sequência de nove partidas sem perder. Nos jogos em casa, a invencibilidade permanece, e sob o comando do novo treinador o Tigre já conquistou cinco vitórias e um empate. As especulações sobre o nome de Winck para assumir o time gaúcho podem valorizar ainda mais o trabalho do treinador, mas Edson Gaúcho diz que o trabalho de Winck fala por si só.

— Não precisa valorizar com especulações. O trabalho é visto por todos, por quem conhece futebol. É um guri que ralou muito na vida, trabalhou em times pequenos, no Norte, no Nordeste, no interior do Rio Grande do Sul. Ralou. E está na hora de se valorizar. É aquele cara que não tem esquema, não tem rolo, é difícil trabalhar contra o sistema, mas ele está vencendo. É um guri de caráter, dedicado, trabalhador, correto, e só temos que agradecer por ele estar aqui agora. Nosso pensamento é ficar com ele. Nós vamos subir e nosso pensamento é renovar por mais dois anos com ele — elogiou.

O contrato de Winck com o Criciúma não prevê multa rescisória, o que aumenta ainda mais a expectativa por uma proposta de valores consideráveis, e que seja difícil de recusar. Se isso ocorrer, Edson disse que o treinador já informou que irá procurar os dirigentes o quanto antes, e que o processo ocorrerá de maneira tranquila e transparente.

— A questão não é multa, mas o clube também tem seus direitos. Se ele quiser sair hoje, vai embora e não paga nada, é uma coisa natural, mas pelo caráter do Luiz, pela maneira que ele trabalha, vai ser uma coisa bem certa, bem tranquila. O meu pensamento é que ele não saia, temos um trabalho por fazer. Faltam três rodadas para o final do turno e seria uma pena, mas de repente os caras vêm com uma proposta e temos que estar preparados para tudo — avaliou.

Leia mais:
Criciúma vence o ABC por 2 a 1 e se reaproxima do G-4
Confira as últimas notícias do Criciúma
Acesse a tabela da Série B

 
 
A Notícia
Busca
clicRBS
Nova busca - outros