Monaco ameaça ir à Fifa por assédio a Mbappé - Esportes - A Notícia

Versão mobile

Mônaco20/07/2017 | 13h43

Monaco ameaça ir à Fifa por assédio a Mbappé

AFP
AFP

O Monaco emitiu comunicado, nesta quinta-feira, e indicou que estuda ir à Fifa e à Liga de Futebol Profissional Francesa (LFP) para "empreender procedimentos disciplinares contra os clubes" que entrem em contrato com o atacante Kylian Mbappé sem autorização.

"O AS Monaco lamenta constatar que importantes clubes do futebol europeu multiplicaram os contatos com Kylian Mbappé, sem ter a autorização do clube", indicou o time do Principado.

O comunicado não cita o Paris Saint-Germain, principal equipe interessada no jogador, segundo a imprensa francesa.

O jogador de 19 anos tem contrato com o Monaco até 2019. O atual campeão francês lembrou "aos clubes que essas atuações são contrárias ao artigo 211 do Regulamento Administrativo da Liga de Futebol Profissional e ao artigo 18.3 do Regulamento do Estatuto e de Transferências de Jogadores da Fifa".

Com o objetivo de "dar fim a essa situação inaceitável", o Monaco ameaçou tomar medidas contra os clubes que tentam negociar com o jogador.

O Monaco quer que Mbappé fique no elenco por pelo menos mais uma temporada. Segundo várias fontes próximas, o time ofereceu renovação de contrato até 2020.

Segundo o jornal esportivo L'Equipe, o PSG está tentando tirar Mbappé do Monaco. Em junho, o presidente do Real Madrid, Florentino Pérez, elogiou o jogador mas lembrou que ele ainda pertence ao time do Principado.

* AFP

A Notícia
Busca
clicRBS
Nova busca - outros