Holanda investiga ameaça do EI contra Eurocopa feminina - Esportes - A Notícia

Versão mobile

Haia12/07/2017 | 15h18

Holanda investiga ameaça do EI contra Eurocopa feminina

AFP
AFP

As autoridades holandesas investigam convocação do grupo terrorista Estado Islâmico (EI) para cometer atentado durante a Eurocopa de futebol feminino, que começa no domingo, segundo declaração do coordenador anti-terrorismo da Holanda (NCTV), nesta quarta-feira.

A investigação se iniciou após a publicação de uma mensagem detectada pela SITE Intelligence Group, que vigia as comunicações das organizações terroristas islamistas.

O EI pediu, em mensagem no aplicativo Telegram, que "lobos solitários" cometam um atentado em Utrecht, durante o jogo entre Inglaterra e Escócia, que vai ser disputada no dia 19 de julho.

O NCTV "foi alertado, está avaliando a ameaça e estuda o que se esconde por trás desta mensagem", declarou à AFP um porta-voz, indicando que "ainda é cedo demais para extrair conclusões".

O NCTV, em contato frequente com as autoridades locais e organizadores de grandes eventos, está especialmente atento após a publicação da mensagem.

"A Uefa está em estreita relação com a NCTV, cujo papel é avaliar a ameaça terrorista. Estamos esperando", declarou à AFP Annette Van Trigt, porta-voz do torneio.

Segundo a Uefa, a anulação da partida entre Inglaterra e Escócia ainda não foi estipulada.

* AFP

A Notícia
Busca