Daiana Torquato e Laélcio Queiroz vão em busca do nocaute no maior evento de kickboxing do Brasil - Esportes - A Notícia

Versão mobile

Na Guarda21/07/2017 | 11h30

Daiana Torquato e Laélcio Queiroz vão em busca do nocaute no maior evento de kickboxing do Brasil

Dupla da Chute Boxe Floripa vai lutar no WGP 39, neste sábado

Daiana Torquato e Laélcio Queiroz vão em busca do nocaute no maior evento de kickboxing do Brasil Leo Munhoz/Agencia RBS
Foto: Leo Munhoz / Agencia RBS

A chance de disputar o maior evento de kickboxing do Brasil não pode ser desperdiçada, e é com o pensamento de vitória que os lutadores Daiana Torquato e Laélcio Queiroz estão encarando o desafio no WGP 39, amanhã, em Vitória (ES). A dupla da Chute Boxe Floripa, que literalmente luta para viver do esporte, está preparada para o desafio.

Aos 26 anos e com uma carreira voltada para o MMA, Daiana Torquato vai enfrentar Meiry Ellen Porto, pela categoria pena (até 56kg). E se para muitos chegar ao peso para a luta é um sacrifício, Daiana, que saiu de 65kg, faz isso com um sorriso no rosto.

– A maioria dos atletas fala que a parte mais difícil é a perda de peso, mas aprendi a levar isso a meu favor. Eu faço até a última etapa feliz, que é a balança, e hoje é superprazeroso, e a hora da luta nem se fala – comenta a atleta, que ainda sofre para poder viver só da luta e conta muito com o apoio que vem de casa.

– A minha mãe me ajuda financeiramente muito, praticamente dependo dela, algumas lutas a gente tem que tirar muito do bolso ainda e algumas aulas ajudam um pouquinho, mas ainda não é o suficiente para se manter – relata.

Foto: Leo Munhoz / Agencia RBS

Laélcio Queiroz, 31, terá pela frente Abner Rodrigues pela categoria super-pesado (+94,5kg). Ele não vai sofrer para chegar ao peso, já está até acostumado, e vai para o ringue do WGP preparado para dar show.

– Eu já lutei no peso-pesado, agora é no super-pesado. Eu confio muito no trabalho do meu professor e estamos prontos para guerra, é sair na mão e fazer o que a gente gosta. Eu sempre vou para nocautear, subo no ringue pra isso.

Além de treinar para as lutas, Laélcio também possui um centro de treinamento (CT) em Santo Antônio de Lisboa, de onde tira todo o seu sustento. 

– Hoje eu vivo só da luta, do meu CT e das lutas. Os combates são mais difíceis (financeiramente), a gente não é reconhecido como lá fora, as bolsas são muito baixas e eles querem pagar com ingressos – relata.

Não será por falta de opção que a dupla da Chute Boxe, comandada pelo professor Gabriel Gigante, poderá ser vista. O WGP será exibido ao vivo neste sábado, a partir das 21h, nos canais à cabo Fox Sports, BandSports e Combate. Daiana faz a primeira luta, e Laélcio faz a segunda.

Leia mais notícias sobre luta no blog Na Guarda


muito no trabalho do meu professor e estamos prontos para guerra, é sair na mão e fazer o que a gente gosta. Eu sempre vou para nocautear, subo no ringue pra isso.

Além de treinar para as lutas, Laélcio também possui um centro de treinamento (CT) em Santo Antônio de Lisboa, de onde tira todo o seu sustento. 

– Hoje eu vivo só da luta, do meu CT e das lutas. Os combates são mais difíceis (financeiramente), a gente não é reconhecido como lá fora, as bolsas são muito baixas e eles querem pagar com ingressos – relata.

Não será por falta de opção que a dupla da Chute Boxe, comandada pelo professor Gabriel Gigante, poderá ser vista. O WGP será exibido ao vivo neste sábado, a partir das 21h, nos canais à cabo Fox Sports, BandSports e Combate. Daiana faz a primeira luta, e Laélcio faz a segunda.

Leia mais notícias sobre luta no blog Na Guarda


 
 
A Notícia
Busca
clicRBS
Nova busca - outros