Claudinei indica mesma escalação do Avaí, mas não descarta mudar - Esportes - A Notícia

Versão mobile

Série A07/07/2017 | 15h56Atualizada em 07/07/2017 | 15h59

Claudinei indica mesma escalação do Avaí, mas não descarta mudar

Equipe em coletivo é a mesma do início do jogo diante da Ponte, mas treinador avaliação alterações para "começar ou decorrer da partida"

Claudinei indica mesma escalação do Avaí, mas não descarta mudar André Palma Ribeiro/Avaí FC
Pedro Castro segue no meio de campo azurra, conforme treinamento Foto: André Palma Ribeiro / Avaí FC
DC Esportes
DC Esportes

Avaí tende a ter a formação repetida para o confronto das 16h deste domingo, contra o Grêmio, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro. O técnico Claudinei Oliveira comandou treino coletivo em que a equipe titular azurra teve os mesmos nomes do confronto ante a Ponte Preta, o 0 a 0 na Ressacada. O treinador, no entanto, não confirmou a escalação, até porque testou outros atletas e formação.

—Temos de jogar com nosso melhor, independente da forma que o Grêmio entrar em campo. Anunciaram que vão com força máxima. Alguma alteração depende do encaixe de jogo. Treinamos variações que podem ser usadas no começo ou durante a partida. Testamos opção por situação de jogo. Temos preocupação de tirar o espaço entre as linhas em que o Luan joga bastante. Vamos pensar — disse o comandante.

A formação testada por ele no treinamento teve: Douglas; Leandro Silva, Alemão, Betão e Capa; Judson, Luan, Pedro Castro e Juan; Romulo e Joel. O meia Marquinhos – com efeito suspensivo concedido – e o atacante Junior Dutra trabalharam na equipe titular. Na segunda parte do coletivo, entraram nas vagas de Juan e Romulo. Wellington Simião, mas tarde, também figurou entre os titulares, com três atletas no miolo, Marquinhos solto na armação e dois centroavantes, Joel e Junior Dutra.

Ainda que não tenha vencido o último compromisso, o Avaí vai para o jogo confiante pelas duas partidas seguidas sem tomar gols (além do 0 a 0 com a Ponte, soma a vitória sobre o Botafogo, por 2 a 0, no Rio de Janeiro). O técnico Claudinei Oliveira acredita que esta é a chave para que os azurra pontuem em Porto Alegre, mas espera que o ataque mostre mais.

—Temos de minimizar a chance do adversário. Contra o Botafogo, eles entraram pouco na nossa defesa, foi mais bola cruzada. Acho que a nossa forma de defender é consistente. Temos 13 gols sofridos em 11 jogos, sendo dois de pênalti, não foi de jogada construída. Acho que a nossa defesa é boa em relação à campanha. Temos de melhorar a produção ofensiva. E não é porque os jogadores são ruins. Temos que acertar, trabalhar mais, criar, fazer movimentações. Temos criar alternativa para sermos mais efetivos ofensivamente.

A equipe azurra ainda treina na tarde deste sábado. Em seguida, embarca para Porto Alegre. O jogo está marcado para as 16h de domingo. 

Acesse a tabela do Brasileirão Série A 
Leia mais notícias sobre o Avaí

A Notícia
Busca