Seleção portuguesa lembra vítimas de incêndio - Esportes - A Notícia

Versão mobile

Kazan18/06/2017 | 17h53

Seleção portuguesa lembra vítimas de incêndio

A seleção portuguesa lembrou dos mais de 60 mortos no incêndio florestal que atinge o país, depois de empatar em 2 a 2 com o México, na estreia da Copa das Confederações.

"Primeiro queria dizer algo em nome de meus jogadores. Existem pessoas muito tristes em Portugal e os jogadores se lembram de todos que sofrem no que está acontecendo", falou o técnico Fernando Santos, na coletiva de imprensa após o jogo.

Um incêndio florestal deixou ao menos 61 mortos, muitos deles carbonizados no interior de seus veículos, e mais de meia centena de feridos no centro de Portugal, onde, neste domingo, bombeiros continuavam lutando contra as chamas.

"Estamos com eles e queremos enviar força. O que posso dizer neste momento? Poucas palavras, só dizer que estamos com eles", comentou o atacante Ricardo Quaresma, autor do primeiro gol do time.

Antes do jogo, as duas seleções respeitaram 1 minuto de silêncio em homenagem às vítimas. Portugal entrou em campo com uma braçadeira preta, em luto.

"Hoje é um dia muito triste e estamos todos em Portugal. Um grande abraço de coração para Portugal pelo que está passando. É absolutamente terrível. Não tenho palavras", indicou o presidente da Fifa, Gianni Infantino, antes do jogo.

* AFP

 
 
A Notícia
Busca
clicRBS
Nova busca - outros