História em quadrinhos reconta a conquista de Guga há 20 anos - Esportes - A Notícia

Versão mobile

Roland Garros 08/06/2017 | 04h00Atualizada em 08/06/2017 | 09h11

História em quadrinhos reconta a conquista de Guga há 20 anos

Há duas décadas, Guga saiu do anonimato para se transformar em herói nacional:  levantou o troféu de Roland Garros pela primeira vez

História em quadrinhos reconta a conquista de Guga há 20 anos Ben Ami Scopinho/Arte DC
Foto: Ben Ami Scopinho / Arte DC
DC Esportes
DC Esportes

Fernando Henrique Cardoso era o presidente do Brasil e Bill Clinton dos Estados Unidos. A internet era discada, usava a linha telefônica e custava caro. O telefone celular era pesado, poucos o tinham e era utilizado apenas para ligações. Não havia smartphones, o assunto no mundo tecnológico e científico era a ovelha Dolly, o primeiro mamífero clonado no mundo. Crianças e adolescentes conheceram Harry Potter, quando lançado o primeiro livro da saga. Nos cinemas estreava Titanic, que venceria 11 Oscars.

O Brasil sacudia ao som de "Ralando o Tchan (Dança do Ventre)", do grupo É o Tchan. O Movimento dos Sem Terra (MST) surgia. Em Brasília o índio Pataxó Galdino dos Santos foi morto em decorrência do fogo ateado por cinco jovens de classe média. Os pacotes de salgadinhos vinham com tazos. O país brincou de falar em italiano contagiado pela novela "O Rei do Gado", a trama que opunha as famílias Mezenga e Berdinazi. Outro programa de TV popular era o Fantasia, em que as pessoas tentavam ganhar prêmios do outro lado do telefone.

No esporte, Mike Tyson arrancou um pedaço da orelha de Evander Hollyfield em pleno ringue. O canadense Jacques Villeneuve seria campeão de Fórmula-1. A Seleção Brasileira venceu a Copa América na Bolívia. Comandado por Edmundo, o Vasco conquistou o tricampeonato brasileiro e o Fluminense foi rebaixado pela segunda vez. O Campeonato Catarinense foi celebrado pelo Avaí. Mas a grande conquista esportiva de Santa Catarina e do Brasil em 1997 foi em outra modalidade, como se fosse inédita para muita gente.

Um garoto de 20 anos, de cabelos longos e desgrenhados, com faixa na cabeça e roupas coloridas apresentava a raquete e o tênis ao Brasil ao vencer Sergi Bruguera por 3 a 0 na decisão e conseguir um feito inédito. Pela primeira vez, um brasileiro foi campeão de Roland Garros. Não apenas pelo título de um dos quatro maiores torneios do mundo. É que o país se via refletido no autor da façanha, sorridente a cada ponto. A vitória de Gustavo Kuerten fez o tênis virar esporte tupiniquim. Há exatos 20 anos.

Confira o especial em quadrinhos.

Foto: Ben Ami Scopinho / Arte DC

Veja também:

"Eu ultrapassei 300 páginas do tênis em duas semanas", conta Guga

Vídeo: testemunhas lembram o jogo que deu primeiro título à Guga

Confira mais notícias sobre tênis

Leia mais sobre Guga

 
 
A Notícia
Busca
clicRBS
Nova busca - outros