Em casa, Criciúma bate o CRB por 1 a 0 e vence a primeira na Série B - Esportes - A Notícia

Versão mobile

Alívio tricolor09/06/2017 | 21h11Atualizada em 09/06/2017 | 22h23

Em casa, Criciúma bate o CRB por 1 a 0 e vence a primeira na Série B

Equipe carvoeira ficou mais perto de deixar a zona de rebaixamento

Em casa, Criciúma bate o CRB por 1 a 0 e vence a primeira na Série B CAIO MARCELO/Especial
Caio Rangel (E) marcou o gol da vitória do Criciúma sobre o CRB na noite de sexta-feira Foto: CAIO MARCELO / Especial

Na estreia do técnico Luiz Carlos Winck diante da torcida, o Criciúma foi valente e venceu a primeira partida pela Série B. Com gol de Caio Rangel, o Tigre garantiu os três pontos em cima do CRB, por 1 a 0, na noite desta sexta-feira. Pouco mais 1,8 mil torcedores foram até o Heriberto Hülse para ver de perto o triunfo do Tigre, que sobe duas posições da tabela e deixa a lanterna da Segundona.

Com a obrigação de vencer em casa, o Criciúma começou a partida com intensidade. Antes de cinco minutos de jogo, o Tigre já tinha chegado próximo ao gol de Juliano duas vezes. A resposta do CRB veio loga em seguida, com um velho conhecido da torcida carvoeira. Na entrada da área, Elvis dominou com categoria e chutou contra o gol de Luiz, mas a bola subiu demais.

Em uma das tentativas do visitante, o Tigre conquistou o contra-ataque e na jogada pela direita, Diogo Mateus cruzou na área. A zaga fastou, mas Caio Rangel ficou com ela, ajeitou e mandou para o fundo da rede. Depois de abrir o placar, o Criciúma não diminuiu o ritmo. Fabinho Alves ainda tentou duas vezes, de cabeça, mas a bola passou por cima do gol de Juliano em ambas tentativas.

Além de Winck, quem também estreou foi o zagueiro Edson Borges, que teve boa atuação e mostrou segurança, fazendo uma boa dupla com Raphael Silva. Pelos 25 minutos de jogo, o Tigre perdeu o meio campo e o CRB chegou pelo menos três vezes, dando trabalho para Luiz. O Tigre se recuperou e tentou chegar com Zé Roberto e Ricardinho, mas a partida terminou com o mesmo placar do primeiro tempo.

Mais uma vitória para sair do Z-4

O próximo desafio do Tigre é na terça-feira, 13, em um clássico do futebol catarinense. No Orlando Scarpelli, o Criciúma enfrenta o Figueirense às 20h30min, pela sétima rodada da competição. Para a partida, Winck não vai poder contar com o lateral-direito Diogo Mateus, que levou o terceiro amarelo na partida desta sexta e vai cumprir suspensão.

Com a vitória, o Tigre sobe duas posições e fica em 18º, ainda na zona de rebaixamento. Durante o complemento da rodada neste sábado, ele precisa torcer pelas derrotas de Náutico, que enfrenta o Inter às 16h30min, e Luverdense, que encara o Oeste-SP às 21h. Se os dois times não pontuarem nas partidas fora de casa, o Criciúma mantém a posição na tabela.

Ficha técnica

Criciúma (1)

Luiz; Diogo Mateus, Raphael Silva, Edson Borges e Diego Giaretta; Barreto, Jocinei (Ricardinho) e Alex Maranhão (Douglas Moreira); Caio Rangel, Zé Roberto (Pitbull) e Fabinho Alves

Técnico: Luiz Carlos Winck

CRB (0)

Juliano; Marcos Martins, Flávio Boaventura, Adalberto e Diego (Pedro Botelho); Audálio, Danilo Pires, Elvis e Chico (Erick); Rodolfo e Neto Baiano (Ytalo)

Técnico: Léo Condé

Gol: Caio Rangel (C), aos 9 minutos do 1º tempo.

Cartões amarelo: Audálio, Elvis, Neto Baiano, Marcos, do CRB. Diogo Mateus, Edson Borges, Barreto, Raphael Silva, Caio Rangel, do Criciúma.

Arbitragem: Emerson de Almeida Ferreira, auxiliado por Marcio Eustaquio S. Santiago e Celso Luiz da Silva - MG (trio de MG)

Local: Estádio Heriberto Hülse – Criciúma

Público: 1.897

Renda: R$ 34.520

Leia mais:
Edson Gaúcho é o novo diretor executivo de futebol do Criciúma
Zagueiro Edson Borges é apresentado no Criciúma
Técnico do Criciúma comenta derrota para o Juventude: "Temos que manter a cabeça erguida"
Acesse a tabela da Série B

A Notícia
Busca