Beckham avança para construir estádio em Miami - Esportes - A Notícia

Versão mobile

Futebol06/06/2017 | 18h02Atualizada em 06/06/2017 | 20h32

Beckham avança para construir estádio em Miami

Comissários da cidade votaram a favor da venda de um terreno por 9 milhões de dólares nesta terça-feira

Beckham avança para construir estádio em Miami Glyn KIRK/AFP
Foto: Glyn KIRK / AFP
AFP
AFP

O projeto de David Beckham de construir um estádio de futebol em Miami para a MLS deu mais um passo, nesta terça-feira, depois dos comissários da cidade votarem a favor da venda de um terreno por 9 milhões de dólares.

Leia mais:
Chapecoense lamenta adiamento de jogo contra o Grêmio
Luiz Araújo acerta detalhes com Lille e não joga mais pelo São Paulo
CBF altera horário do jogo entre Chapecoense e Grêmio nesta quinta-feira

Após quatro anos de obstáculos, o ex-jogador britânico conseguiu que os representantes votassem 9-4 a favor do negócio, segundo confirmação de John Labriola, porta-voz da Junta de Comissários do condado de Miami-Dade.

– Levou um tempo para chegar a esse ponto, mas a comunidade precisa – falou o comissário Xavier Suárez, segundo o jornal Miami Herald.

A resolução permite que Beckham compre aproximadamente 1,2 hectares por 9 milhões de dólares. É a última parcela do espaço necessário para iniciar a construção do estádio, de 3,6 hectares.

Agora a Liga de Futebol dos Estados Unidos (MLS) precisa aprovar a franquia e a cidade de Miami precisa aprovar a venda do terreno para Beckham. Só aí, o inglês vai poder iniciar a construção do estádio em Overtown, bairro mais pobre no centro da cidade.

O projeto causa polêmica na região, onde alguns vizinhos recusam a proposta de receber um estádio para 25 mil pessoas sem estacionamento e em pleno centro da cidade, muito afetado por engarrafamentos.

A comissária Danielle Levine Cava votou contra e lamentou que o projeto de Beckham não esteja acompanhado de um a proposta para melhorar os serviços de transporte público da zona, que segundo ela não está capacitada para receber milhares de torcedores.

– Não houve conversa suficiente sobre como vai contribuir na Liga e nas instalações de trânsito – falou a comissária, segundo o Miami New Times.

Beckham anunciou, em 2014, que pretendia trazer um time da MLS para a cidade da Flórida. Mas o ex-meia de Manchester United e Real Madrid enfrentou muitos problemas para construir o estádio, que vai ser totalmente financiado com fundos privados.

Em meados de maio, os membros do consórcio de Beckham fizeram uma apresentação ao bairro Overtown para expor os planos que têm para a cidade. Mas a promessa de 50 empregos fixos não conquistou os opositores.

*AFP

A Notícia
Busca